Uncategorized

Quanto você aposta…

que o Itamaraty dirá que não confia em análises da Interpol? Eu não dou um dia de prazo. Ou então ficaremos sob um diplomático silêncio que, se servir para a reflexão dos responsáveis pela nossa política externa, pode até ser útil mesmo.

Já passou da hora do brasileiro criar vergonha na cara e dizer: “terrorista é terrorista e, como tal, merece punição”. Não me venha com esta de “nobreza che-guevariana” em que os meios justificam os fins para um fascínora latino-americano, mas não justificam para os neo-nazistas austríacos.

Não-liberal é não-liberal e pronto.