A timidez que afunda

Sobre alunos que adoram se esconder em sua timidez para sempre…

I got a few chances to see him in action. After observing one class, when I was visiting at George Mason in the 1980s, I heard a student talking excitedly to a group of faculty in the hallway. “Dr. Tullock is mean to all the other students, but he’s always nice to me. He doesn’t correct me or ask me questions.” I stared at the others,and they all shook their heads: “No! You’re doomed! If he’s nice to you, he thinks you aren’t worth fighting with. You have to go back and challenge him!” Within two weeks, the student reported back that Gordon was now insulting and berating her on a regular basis. Disaster averted.

Em contraposição, lembro-me sempre de um aluno – vamos chamá-lo de “Lucas” para preservar sua identidade verdadeira – cujas piadas chamavam a atenção da turma pela sua clara identificação com o humor dos economistas. Curiosamente, ele migraria para a Matemática no mestrado…

Anúncios

Keynesianismo, demanda efetiva e Charlie Brown

“(…) em 1950, os americanos estavam comprando 75 por cento dos aparelhos fabricados no mundo inteiro! A primeira década do casamento dos Schulz aconteceu durante ‘uma das maiores farras de consumo da História’. Com o PIB dos Estados Unidos dobrando entre 1940 e 1960, aquele era, como a publicidade não se cansava de lembrar a todos, ‘um tempo para comprar, comprar, comprar’. E não só para o próprio prazer, mas para o bem geral da nação. Uma sociedade aprovadora com a Depressão, temendo, nos anos pós-guerra, que qualquer queda na demanda pudesse desaquecer a economia – de onde nasce a ênfase na crença de que os gastos com a Guerra Fria poderiam fazer muito para manter a prosperidade da nação – via investimentos em bens de consumo como manifestações de virtuosa confiança”. [Michaelis, D. (2015). Schulz & Peanuts – a biografia do criador do Snoopy, Seoman, 2015, p.314]

Notas: (1) “aparelhos fabricados no mundo inteiro”, no caso, são bens de consumo duráveis. (2) a descrição mostra a importância dos bens de consumo duráveis, justamnte os que são geralmente entendidos de forma incorreta como “consumo agregado” e não “investimento privado agregado” por conta da confusão entre a compra do bem (investimento) e seu usufruto (consumo).

CEO’s são demitidos quando…

wick2Eis um artigo recente em que se analisa um CEO cujo fruto do trabalho é bem mais fácil de se verificar do que o de muitas empresas: o técnico de futebol. A economia dos esportes é interessante, não?

Obviamente, você pode pensar em verificar, por exemplo, se o que foi visto para esta pequena amostra vale para um período mais longo. Ou para outras divisões. Ou para o futebol feminino, etc. Vontade de pesquisar não é escassa, mas os dados, estes devem ser coletados. Dá trabalho, mas se você tem bons auxiliares de pesquisa – como é o nosso caso – as coisas andam melhor.

Pedido de ajuda para um trabalho acadêmico

Peço aqui sua paciência e ajuda para o trabalho de um aluno cujo questionário está aí embaixo. Caso consigamos mais de 400 respostas, sortearemos um vale-livro da Livraria Cultura no valor de R$ 50,00.

Importante: o questionário não é limitado apenas a estudantes ou profissionais de Economia. Pelo contrário, é aberto a todos, de todas as idades.

https://goo.gl/forms/eomhpl9syKLbCA0x2

Fique à vontade para divulgar para seus amigos, colegas, alunos ou professores.

Obrigado

Benefícios concentrados e custos difusos

Benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos, benefícios concentrados e custos difusos.

De nada.

O mundo interligado

O mundo está se tornando uno num sentido completamente novo…Como a terra se estreitou por meio das novas forças que a ciência pôs à nossa disposição…os movimentos da política, da economia e do pensamento, em cada uma de suas regiões, estão se inter-relacionando mais estreitamente… O que ocorre em qualquer parte do globo tem agora um significado para qualquer outra parte. A história mundial tende a se tornar única. [Rajan e Zingales, 2004, em seu “Salvando o capitalismo dos capitalistas”, Campus, p.20]

O trecho acima foi dito por:

a) Francis Fukuyama, o homem que previu o fim da história.
b) Um globalista que deseja roubar nosso nióbio.
c) Gustavo Franco, um conhecido economista liberal.
d) John M. Keynes, economista…keynesiano.
e) Milton Friedman, famoso liberal monetarista.
f) Dilma Rousseff, aquela que não viu nada de errado em comprar Pasadena.
g) Bryce, ex-presidente do Congresso Internacional de Estudos Históricos (EUA).

Resposta a ser fornecida se, nos comentários, tivermos apostas (não no facebook, aqui mesmo).