economia do futebol

Economia do futebol (teórico)

Não sei porque os autores não fizeram uma versão em inglês deste artigo, à época. É uma contribuição importante e de dois brasileiros.

Eis o resumo.

O presente trabalho modela teoricamente o problema da divergência de objetivos existente no futebol brasileiro como uma relação de agente-principal. O principal, a torcida, delega para o agente, o dirigente, a tarefa da produção de vitórias e resultados positivos. Contudo, nem sempre o dirigente do clube deseja maximizar o número de vitórias. Entre seus objetivos podem estar manter o orçamento do clube equilibrado ou obter mais sócios, por exemplo. Os principais resultados do trabalho encontram evidência empírica: podemos entender as agressões a dirigentes, jogadores e técnicos de futebol e as invasões de campo protagonizadas por torcedores.

Griebeler e Baldusco são os autores.