abertura econômica · Desenvolvimento econômico · instituições

Brasil, economia fechada

Impressiona o que se vê neste estudo.

cubrasil

Até Cuba, sabidamente uma ditadura cujo governo reclama de embargos, parece ser mais aberta que o Brasil (sejamos justos: as duas praticamente “empatam”).

Socialistas seguem defendendo que pessoas não tenham o direito de viver em sociedades globalizadas. Um dos argumentos é que a globalização destrói os valores locais. Ao mesmo tempo, são contra o embargo cubano (*). Não é preciso dizer muito mais.

A abertura de uma economia tem um significado muito mais profundo do que o que geralmente se discute na superfície dos debates. Uma economia aberta recebe imigrantes e, portanto, promove uma complexa remodelagem de sua matriz institucional (no sentido de North, por óbvio!) já que novos valores culturais e produtos passam a integrar a sociedade local (com o surgimento de novos produtos!).

Basta pensar na São Paulo antes dos imigrantes e depois dos mesmos. O surgimento de salgados e doces árabes, restaurantes japoneses, chineses e coreanos são apenas uma faceta deste processo rico de integração que nunca é simples (e nem sempre desejado pelos próprios imigrantes, como bem o sabem vários dos que nasceram aqui no Brasil de pais estrangeiros).

Os números do comércio acima são apenas uma dica do quanto um país perde por permanecer fechado, ignorando as sociedades vizinhas que ocupam o mesmo planeta. Fechar uma economia é fechar uma sociedade não apenas ao comércio, mas ao intercâmbio de ideias.

(*) Devo esta observação a uma conversa com um ex-comunista que conheci recentemente no III Fórum Mackenzie de Liberdade Econômica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s