Uncategorized

Acadêmicos como seres humanos comuns

Quantos brasileiros (que trabalham em academias brasileiras) teriam “guts” de submeter um artigo com dados verde-amarelos nesta conferência?

Anúncios