antitruste · Organização Industrial · startups

Startups e antitruste

Questão interessante sobre startups e política antitruste.

Should there be limits on startup acquisitions by dominant firms? Efficiency requires that startups sell their technology to the right incumbents, that they develop the right technology, and that they invest the right amount in R&D. In a model of differentiated oligopoly, we show distortions along all three margins if there are no limits on startup acquisition. Leading incumbents make acquisitions partially to keep lagging incumbents from catching up technologically. When startups can choose what technology they invent, they are biased toward inventions which improve the leader’s technology rather than those which help the laggard incumbent catch up. Further, upon obtaining a pure monopoly, the leading incumbent’s marginal willingness to pay for new technologies falls abruptly, diminishing private returns on future innovations. We consider antitrust measures that could help to mitigate these problems.

Anúncios

Um comentário em “Startups e antitruste

  1. Hum… Achei que você estava em um Rehab Facebookiano e que voltaria logo… mas cadê? Só pra constar: você faz falta por lá, viu? Era um dos poucos que eu lia… (esperando o Retorno do Jedi)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s