“Seu economista alienado, vá estudar história!”

Os primórdios da Nova Matriz Econômica no Brasil imperial

Em vez dos donos de projetos viáveis economicamente, o país desviava o dinheiro para outro tipo de gente, os detentores de padrinhos políticos viáveis. Quem tinha acesso a eles conhecia o milagre da riqueza sem riscos: o progresso concedido do alto era o melhor, pois não exigia esforços nem sacrifícios. [Caldeira, J. “Mauá – empresário do império, Companhia das Letras, 1997, p.318]

Quem precisa estudar economia agora é o historiador. ^_^

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s