Etiquetas tortas: incentivos importam

Como seria possível saber, além de qualquer dúvida, que a Albânia era comunista apenas olhando uma garrafa de seu conhaque ou um vidro de suas compotas de frutas?

No caso destas últimas, claro que as etiquetas não estariam coladas direito. Podemos especular se essa tortuosidade representaria revolta por parte dos etiquetadores de vidros ou uma sátira sutil. Afinal, se as estiquetas fossem coladas apenas ‘sem cuidado’ – por causa da embriaguez, digamos – , poderíamos esperar que, de vez em quando, aparecesse uma etiqueta alinhada. Porém isso não acontece: examinei os vidros em diversas lojas para verificar a veracidade dessa observação particular. [T. Dalrymple, Viagens aos Confins do Comunismo, É Realizações, 2017, p.36]

Incentivos importam, não é? Como não há que se agradar consumidores, por que se preocupar em etiquetar corretamente uma compota de frutas?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s