Economia dos Esportes e Soccernomics: Expectativa de Gols

Eis um exemplo interessante de aplicação de soccermetrics (embora pareça não haver uma direta relação com a a Economia dos Esportes, especificamente, com Soccernomics, pode apostar, tem.

A expectativa de gols é uma medida utilizada, no Brasil, pelo comentarista da Rádio Gaúcha, Gustavo Fogaça. Não conheço – mas não pesquisei muito – outros comentaristas que façam o mesmo no Brasil (aceito dicas).

O modelo do blog Soccermetrics é, basicamente, uma curva logística sem maiores fundamentações teóricas, possivelmente contaminada por problemas de endogeneidade e, portanto, bastante promissora em termos de refinamentos e novas pesquisas.

Anúncios

Entrou para a lista de leituras: ideologia e mudança institucional

Este texto entrou em minha lista de leituras. Veja só o resumo.

The Ideological Roots of Institutional Change

Murat Iyigun
Jared Rubin

Abstract
Why do some societies fail to adopt more efficient institutions in response to changing economic conditions? And why do such conditions sometimes generate ideological backlashes and at other times lead to transformative sociopolitical movements? We propose an explanation that highlights the interplay ― or lack thereof ― between new technologies, ideologies, and institutions. When new technologies emerge, uncertainty results from a lack of understanding how the technology will fit with prevailing ideologies and institutions. This uncertainty discourages investment in institutions and the cultural capital necessary to take advantage of new technologies. Accordingly, increased uncertainty during times of rapid technological change may generate a ideological backlash that puts a higher premium on traditional values. We apply the theory to numerous historical episodes, including Ottoman reform initiatives, the Japanese Tokugawa reforms and Meiji Restoration, and the Tongzhi Restoration in Qing China.

A ligação entre choques tecnológicos e institucionais é uma área difícil de se pensar analiticamente e todo esforço bem-sucedido é válido. Vale a pena dar uma olhada no texto. Logo me veio à mente o caso dos aplicativos como os do Uber, Cabify, etc. Será que a narrativa do texto nos permite visualizar o que tem ocorrido nestes casos? Só lendo.