Bolsa-Família faz a turma ter mais filhos? Parece que…não. Isso mesmo.

Quantas vezes já ouvi isso? Pois bem. É uma preocupação legítima. Cechin, Carraro, Ribeiro & Fernandez (2015) explicam:

As regras do Programa determinam que a quantidade de recursos transferidos depende do número de filhos da família, ou seja, transfere mais renda para as famílias que têm mais filhos. Dessa forma, o Programa pode gerar um incentivo ao aumento da fecundidade de suas beneficiárias, tendo como consequência a multiplicação da população pobre. De acordo com Rocha (2009), a preocupação é que esses Programas possam gerar uma espécie de armadilha da pobreza.

Concordo. Eis um ponto a se estudar. O que os autores encontraram? Vejamos o resumo do texto do qual tirei o parágrafo acima.

Abstract
CECHIN, Luis Antonio Winck; CARRARO, André; RIBEIRO, Felipe Garcia and FERNANDEZ, Rodrigo Nobre. O Impacto das Regras do Programa Bolsa Família Sobre a Fecundidade das Beneficiárias. Rev. Bras. Econ. [online]. 2015, vol.69, n.3, pp. 303-329. ISSN 1806-9134. http://dx.doi.org/10.5935/0034-7140.20150014.

Este trabalho investiga um possível incentivo do Programa Bolsa Família ao aumento da fecundidade de suas beneficiárias em decorrência de suas regras, dado que a quantidade de recursos transferidos depende do número de filhos da família. O diferencial deste estudo reside na análise desse impacto em um maior período de exposição das beneficiárias aos efeitos do PBF. Aplica-se o algoritmo de seleção de covariadas proposto por Imbens (2014) e o método de Propensity Score Matching. Os resultados apontaram que o PBF gera pequeno incentivo à geração do segundo filho, sendo que as regiões Centro-Oeste e Nordeste apresentaram os maiores valores de impacto.

Ou seja, não parece haver um incentivo muito forte. Leia o artigo para ver mais detalhes. Claro, o assunto não está encerrado. O artigo, acredito, coloca é mais tempero na discussão.

Ah sim, antes que você saia por aí dizendo que o Bolsa-Família vai fazer as creches do país explodirem de novos eleitores, leia o artigo. Ou vá lá aprender um pouco de econometria e tente falsear as conclusões dos autores. É com ciência (notem o trocadilho) que se faz o bom combate, não com ideologia barata.

Fullscreen capture 9112015 63240 PM

p.s. que bela extensão do modelo de Becker, heim? Simples, elegante e bonita. Mereceu a foto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s