Teoria do Consumidor e Matrizes

Não, não vou falar de formas quadráticas (e estas não dizem respeito ao Bob Esponja) e nem condições de segunda ordem. Na verdade, eu me pergunto o que é que leva alguém a perguntar ao professor, de forma preguiçosa e debochada para que servem as matrizes se nunca vou usar isto na minha vida (pois consigo prever o futuro e sei disto, embora não consiga saber a matéria da prova)?

Pois é. Matrizes não são apenas para seu masoquismo, leitor. Matrizes servem para muita coisa. Por exemplo, digamos que eu, empresário, queira descobrir padrões de preferências dos consumidores. Claro que você percebe o motivo de algum empresário querer fazer isto, né?

Assim, considere este texto do excelente blog do Joel Caldwell (e este outro, que ele cita lá). Não sei não, mas me parece que as matrizes são muito mais úteis do que você imaginava, não?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s