Uncategorized

Por que eu ensino Ma(i)croeconomia?

Acho que tem a ver com Adam Smith. Um dia eue elaboro mais calmamente sobre isto. Mas eis um trecho ótimo para se citar entre amigos (e para perder falsos amigos).

Smith was a proponent of free markets and economic freedom generally. But he wasn’t an anarchist or a doctrinaire libertarian. He understood that governments play an important role in enabling what modern economists call markets and what Smith considered the human propensity to swap one thing for another; what, in The Wealth of Nations, he called ‘truck, barter, and exchange’. Smith was a classical liberal, meaning a liberal in the original use of the word – someone who valued liberty and favored limited government. [Roberts, R. (2014). How Adam Smith Can Change Your Life, p,203]

É, eu não saio por aí fazendo amizades com quem considera um marxista um “débil mental” ou um “desonesto intelectualmente” sem considerar um pouco a história da pessoa. Adam Smith não vende camisetas, não tem a – auto-propagandeada, mas nem sempre verdadeira – coerência dos radicais.

Mas continua sendo, creio, o economista mais simpático de todos os tempos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s