Uncategorized

Menos Emporiofobia, Mais Prosperidade!

Cito parte da entrevista do Schultz com o prof. Cooter:

NS: What role does culture play in enabling or prohibiting necessary legal reforms?

RC: Innovative business ventures are the proximate cause of sustained growth. To launch an innovative business venture in Canada or Sri Lanka, the innovator and financier must solve the double trust dilemma. Furthermore, the legal reforms that facilitate business ventures are most likely to occur when everyone believes correctly that they will share in the gains.

Such economic reasoning invokes universal principles, not cultural differences. Japanese and Californian innovators face universal problems, even though the Japanese industrialist has a different relationship with his main bank than a Silicon Valley entrepreneur has with venture capitalists. Our book is like economics textbooks that easily cross international boundaries by omitting cultural particularities.

O livro dele está aqui. Ah sim, os anarco-fanáticos (mas que titubeiam quando o assunto é particular, envolvendo suas vidas pessoais, descendências, etc) vão pirar.

NS: You conclude by saying that we need to “legalize freedom.” What exactly do you mean?

RC:  Freedom is the presence of good law, not the absence of all law. Innovative business ventures need effective laws of property, contracts, and business organizations. Legalizing business freedom allows innovation to carry us on an unpredictable journey to a richer world.

É, meus amigos, deve haver alguma lei. Não adianta fazer discurso de anarco-fanático para pegar mulher em boate (e depois se arrepender). Tem que estudar e pensar os problemas da realidade com uma boa teoria.

Penso que, embora a ênfase do prof. Cooter não seja nas diferenças culturais, é importante buscar entendê-las para complementar sua análise com o que aprendemos nos últimos anos sobre as instituições informais (na terminologia de Douglass North), como se pode ler neste excelente resumo do prof. Tabellini.

O prof. Cooter tem sido um grande nome da Law & Economics como você pode conferir aqui.

Será que há algo mais nesta história de "cultura", "valores coletivistas", "valores pró-indivíduos", etc? Aguardem!
Será que há algo mais nesta história de “cultura”, “valores coletivistas”, “valores pró-indivíduos”, etc? Aguardem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s