Uncategorized

Quer falar seriamente sobre alternativas à teoria econômica atual?

Então comece com esta ótima discussão da Katarina Juselius. Sabe o porquê, já há uns quatro anos, deste ponto não ser divulgado por aí? Porque não é uma abordagem superficial, simplória, do problema de microfundamentação. É algo muito mais sério e potencialmente interessante. A discussão está longe de ser fácil e, sim, exige um pouco de conhecimento de Econometria.

É, eu sei. Você se sentiu excluído. Bateu aquela vontade de comer um chocolate e chorar as mágoas. Não é fácil a passagem da juventude contestadora para a maturidade científica, na qual a evolução se dá lentamente, com ceticismo e trabalho de formiguinha. Eu entendo. Era tudo muito bonito quando você fazia um abaixo-assinado pela “mudança de tudo que está aí” e batia panela na avenida. Pois é. Mas não deixa de ser bom. No final das contas, você viu que o problema é mais sério. Aprendeu algo. Aprender não é brincar e, portanto, não pense que tudo é lúdico na ciência.

Quem foi que disse que é fácil ler artigos da Katarina Juselius? Ninguém. Mas se você quer trabalhar com a fronteira de pesquisas sobre expectativas, então não tem como escapar. Juselius é nome de alto calibre em Econometria e não se pode ignorar o que ela fala assim, de bobo.

Ontem eu falava, aqui, de como os eternos demandantes de pluralismo – a maioria deles, não todos – vivem fugindo da matemática, embora falem de Marx. Pois é. Hoje a gente tem aqui uma proposta sólida de discussão para se revisar a teoria econômica. É por aí mesmo, amigo(a).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s