Uncategorized

Liberais comem em restaurantes melhores?

Recentemente o pessoal divulgou o índice de liberdade econômica da Heritage Foundation e, assim, não resisti a replicar um exercício que fiz há algum tempo com Diogo Costa e Ari em um pequeno artigo que prometeram publicar em um jornal e nunca o fizeram (depois reclamam da esquerda, tsc, tsc…assim até eu obtenho hegemonia cultural gramsciana).

O gráfico abaixo mostra a frequência dos países no ranking dos 50 melhores restaurantes do mundo, de 2003 a 2013. Nota-se claramente a preseça de cinco campeões: França, Itália, Espanha, Reino Unido e EUA. No eixo horizontal do gráfico temos a média do índice de liberdade econômica no período 2002-2013 e, no eixo vertical, a frequência do país no ranking citado, no mesmo período.

restaurantes1

 

Como não poderia deixar de ser, alguém vai me dizer: como fica este gráfico sem estes outliers? Bem, eis o gráfico.

restaurantes2

Bem melhor, não? De maneira geral, a correlação entre ambos as variáveis é positiva e, claro, o Brasil não é lá o melhor colocado, ainda que a elite paulistana e seus chefs desejem a fama e o sucesso ardorosamente. O nosso colega, o Peru, embora com presença menos frequente, está com uma liberdade econômica média acima da nossa. Claro, para mim, as grandes surpresas são a Austrália, Cingapura e Hong Kong. Bem, nem tanto, porque, lembre-se, tiramos os outliers.

Minha esposa adora bons restaurantes (embora meu bolso reclame…mas graças a Deus, ela trabalha e eu, claro “só dou aula”…) e, com estes gráficos, eu já sei quais serão os prováveis destinos de viagem que ela irá sugerir-me.

Claro, vocês sabem que correlação não é causalidade, mas eu não falei de causalidade aqui. Mas não deixa de ser engraçado pensar na pergunta-título deste post. Ambientes mais liberais são também ambientes nos quais a culinária pode experimentar diferentes combinações (nunca ouvi alguém falar de excelência com pratos inovadores na culinária cubana, norte-coreana ou venezuelana, por exemplo). Talvez haja uma verdade subjacente a estes dados.

Ah sim, a liberdade econômica se encontra aqui e os restaurantes, aqui.

5 comentários em “Liberais comem em restaurantes melhores?

  1. Legal! Mas o número de restaurantes deveria estar normalizado por população, né? (O mais estranho geográfico no mundo é que a maior concentração de restaurantes 3* no Michelin está no país basco).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s