Uncategorized

Friedman comenta Keynes

Embora os pterodoxos e os xiito-pseudo-libertários achem que qualquer menção ao nome de Keynes deva ser acompanhada de alguma jihad contra alguém, o fato é que se pode criticar Keynes sem apelar para supostas verdades eternas ou preconceitos baseados no velho: “eu não leio nada de Keynes e, por isso posso criticá-lo”, que supõe uma pureza que beira à inocência das ovelhas em dias de pasto farto.

Por isso é ótimo que o Philipe tenha encontrado um ótimo texto no qual Friedman faz sua ótima crítica a Keynes de forma compatível com as regras da sociedade civilizada. Belo trabalho “arqueológico”, Philipe!

2 comentários em “Friedman comenta Keynes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s