Uncategorized

Programas de transferência afetam a pobreza no Brasil?

Descubra a resposta aqui. Pode-se não gostar da conclusão, mas é importante que este debate seja feito. Um governo que berra por impostos mas é incapaz de mostrar um mínimo de racionalidade econômica (ex. trem-bala) não é um bom governo. É um péssimo governo. 

Caso queiramos discutir políticas públicas, não basta o texto machadiano ou a prosa bem estruturada: há que se fazer o dever de casa, ou seja, a análise de custo-benefício. 

Uncategorized

Vai um cafezinho aí?

Eis um estudo pequeno, mas didático para quem acabou de aprender a lei de demanda e não sabe o que fazer com ela.

Where to sell the next cappuccino? Income per capita and coffee consumption
Arturo Jose Galindo – Inter-American Development Bank

Abstract
This paper estimates the world demand for coffee using a dataset for 88 countries from 1990 to 2005, and dynamic panel data estimators. Results suggest that the income elasticity of demand is non constant and varies according to a country’s income level. Higher income countries have lower income elasticities than middle and low income ones. Differences in price elasticities are not significant across income groups

Por que didático? Porque geralmente o pessoal tem uma visão muito limitada – quando aprende – da lei de demanda ou melhor, da função (de) demanda. A falta de noção sobre o caráter científico da economia, muitas vezes, impede que o sujeito perceba como aplicar a econometria em problemas do mundo real.

Por exemplo, muitos alunos desistem do curso porque acham a “função demanda muito abstrata”. Entretanto, se você tem uma boa base estatística e entende a ligação entre teoria e prática, as coisas ficam bem mais simples. 

Um preconceito comum acerca disso é o famoso: “mas eu não quero ficar na academia”. Ok, então você está me dizendo que nem precisava ter feito vestibular, certo? Ok, imaginemos que a bronca é só com a aplicabilidade. Neste caso, um bom profissional de marketing poderá lhe dizer sobre a importância da coleta de dados, de seu tratamento estatístico e da estimação. Obviamente, nem todos os profissionais são bons ou tratam de análise de dados, mas pense nisso. Enquanto isso, fique com um café. Eu, por acaso, hoje, estou no chá verde. ^_^