Uncategorized

Liberdade na Estrada

O Bruno é muito gentil comigo: não sei se precisamos de mais Shikidas. Precisamos de mais gente questionadora que não se deixe levar pelo pensamento mesquinho, que deseja sempre passar a conta de seus atos aos que nada têm a ver com o pato.

Liberdade na Estrada foi um evento importante. Ele aparou algumas arestas, mostrou caminhos (veja o artigo do Diogo, logo antes ao do Bruno, lá no Ordem Livre) e também serviu como um sinal claro de que não existe tal coisa como unanimidade de pensamento. É verdade que, como disse o Bruno, boa parte dos não-liberais continua com argumentos muito panfletários e pouco consistentes. Não que liberais não façam isso (o leitor deste blog sabe que não sou perfeito e também que muitos liberais não o são), mas o outro lado parece chafurdar em certo vômito dialético-gramsciano.

Liberdade é a palavra do dia. Bruno foi meio radical em algumas frases, mas acho que 98% do que ele disse eu repetiria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s