Uncategorized

Feliz dia do professor

O pessoal do RH se esqueceu, nenhum aluno se lembrou, mas eu sim. Então, parabéns aos professores. Aos maus professores, por nos darem um exemplo a não ser seguido e, aos bons, pelo motivo simétrico.

p.s. após este post, alguém acordou e colocou aqui uma lembrança. Dois alunos também se manifestaram. Bem, pelo menos não é feriado nacional, mas é uma data que deveria significar mais pela reflexão do que pela pessoa do professor.

Uncategorized

Liberdade na Estrada

Primeiramente, agradeço às gentis palavras do Bruno Garschagen, ontem, quando tive que sair já quase no fim do evento. Não é todo dia que você tem um certo reconhecimento pelo seu trabalho. Obviamente, Bruno exagerou e me agradeceu mais do que eu mereço, mas a intenção está, sim, bem registrada.

Agora, uma rápida observação: não sei se as palestras serão parecidas em todo o roteiro deste evento interessante (e inexplicavelmente (?) pouco divulgada pela imprensa brasileira), mas vale ouvir o líder estudantil estrangeiro que está na turnê. O que ele conta sobre um certo país da América Latina deveria ser alvo de apreciação pelo “movimento estudantil brasileiro”, infelizmente, mais um natimorto movimento auto-denominado “social”.

As outras palestras também são interessantes – vide, por exemplo, a do Diogo Costa, sobre o liberalismo como meta-utopia, que é perfeita na argumentação sobre o porquê do liberalismo ser uma alternativa muito mais interessante do que outras utopias à venda, como instrumento de paz, liberdade e progresso. Pode-se não concordar com ele, mas deve-se argumentar. Ontem, os argumentos favoreceram Diogo.