Uncategorized

Quando parei de participar de listas de discussão?

Nos anos 90 eu aprendi muito em debates na Armchair Ecoomist e na Econlaw, ambas da George Mason University. Também arrisquei outras listas, mas parei no dia em que me deparei com uma mensagem que dizia (paráfrase, claro) que: “todo marxista tem deformações mentais permanentes”. 

Como antigo leitor que, sim, leu muito mais Marx do que a média da turma, interessando-se por temas não-econômicos do mesmo, notei que jamais poderia voltar a este diálogo. O motivo? As deformações mentais. Só não creio que sejam as minhas. Mas, claro, a frase acima mostra que posso estar errado.

Isso foi lá nos anos 90. Então, há motivos para se participar de listas hoje em dia? Acho que sim. Você sempre encontra um antigo amigo ou se atualiza sobre os fatos. Além disso, claro, é uma boa oportunidade de obter alguma boa referência quando o debate é de bom nível.

Mas, falar com quem não vejo (como em comentários de blogs, esta derivada das listas), isto é difícil. Minha política será, a partir de hoje, a de muitos blogueiros amigos: os comentaristas que falem sozinhos entre si, após lerem o que escrevo. Se eu me interessar, comento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s