Uncategorized

Economia e obras de arte

A primeira vez que li sobre Economics of Art foi no livro do Cowen, Discover Your Innes Economist. Achei o assunto muito interessante, e relativamente pouco estudado por economistas.

Para minha surpresa, esse é o tema do trabalho de Teoria dos Preços no Ibmec-MG, lecionado pelo Shikida, sendo eu o monitor.
Ontem, lendo algumas coisas na internet, encontrei isso.

Esse texto fala sobre o mercado de quadros,utilizando dados de leilões na América latina. Ele é um resumo deste paper. Segue um breve resumo do texto.

Segundo Nauro Campos, autor do texto, existem quatro puzzles ainda não esclarecidos:

  • Quais os determinantes do preço em leilão de um quadro?
  • Por que nem todas as obras são vendidas?
  • Masterpieces são um bom investimento?
  • Os preços caem no decorrer do leilão?

Campos afirma que a reputação do artista e a origem do trabalho são mais importantes na determinação do preço do quadro que outros determinantes geralmente estudados como tamanho, tema e meio.

Prever quais obras serão vendidas não é uma tarefa fácil, segundo Campos. Uma variável muito utilizada para tal tarefa, a opinião de especialistas, tem poder de previsão limitado.

Masterpieces não são um bom investimento, segundo Campos. No período entre 1995 e 2002, o retorno anual médio foi de -1,92%, enquanto não Masterpieces apresentaram um retorno de 5,63%.

Há evidências de que o preço caia no decorrer do leilão.

Agora quero ver se algum aluno esperto do Terceiro período irá ler isso e aproveitar.

2 comentários em “Economia e obras de arte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s