bolivarianismo · pensamento bolivariano-econômico · pterodoxia

História do Pensamento Econômico Brasileiro

Eu achava que estávamos em um estágio mais desenvolvido da academia brasileira. Para mim, pterodoxos eram minoria e as divergências eram mais bem trabalhadas. Mas eis que o Alexandre Schwartzman, citado aqui ontem, mostrou que há gente abusando da paciência de qualquer ser letrado e pensante com esta história de “estado-nanico-obtido-com-uma-medida-bizarra”.

Além disso, estava lendo dois textos sobre política industrial. Parti do pressuposto que ambos eram sérios mas um deles, realmente, abusa da minha paciência. Quanta imprecisão! Quanta falta de dados para corroborar afirmações quase religiosas. Quantos termos nunca definidos. Pior é o argumento implícito de textos como este: “este texto foi feito sem modelos porque o leitor médio não gosta de dificuldades, então, ele ficará mais simpático à minha causa, por mais louca que ela possa ser”. Graças a Deus o texto sério também não usa matemática (embora, ao contrário do outro, mostre tabelas e gráficos bem ilustrativos dos seus argumentos).

Refaço meu julgamento: nunca antes na história deste país a ciência econômica correu tantos riscos. Seus detratores estão soltos e querem desmoralizá-la a qualquer custo para implantarem a mediocridade analítica. Existe gente que realmente…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s