Uncategorized

Empreendedorismo que desenvolve e o resto

Para mim, este papo furado de “empreendedorismo” é o problema. O ponto é: que tipo de empreendedorismo gera desenvolvimento econômico (= emprego, riqueza, menos pobreza, etc)? Certamente não aquele que deseja que todos paguem suas contas. Neste sentido, eu não admiro muito quando alguém diz que suas contas devem ser pagas pelos outros.

– Não existe um edital do governo para filmes já feitos. Há para desenvolvimento de roteiro, finalização, divulgação, mas não para um filme que já foi filmado, e eu precisarei honrar meus compromissos com a equipe técnica, com os atores principais, que serão 17 – comenta Salvá. – Se eu apresentasse um filme sobre as pobrezas do Nordeste seria fácil conseguir apoio das empresas, através da renúncia fiscal. Mas como o meu filme envolve cenas fortes…

Quer fazer um filme erótico? Faça. Mas não me venha com esta de querer um privilégio. Depois me falam de filmes “contestadores”. Que espécie de cinema é mais “contestador”? Aquele que depende do Estado (governo) para conseguir financiamento (até para falar de sei lá quem no Nordeste) ou aquele que é financiado do próprio bolso do produtor?

Eu já tenho a minha resposta.

Claudio

Continue lendo “Empreendedorismo que desenvolve e o resto”

Uncategorized

Reflexões

Is government, then, useful and necessary? So is a doctor. But suppose the dear fellow claimed the right, every time he was called in to prescribe for a bellyache or a ringing in the ears, to raid the family silver, use the family toothbrushes, and execute the droit de seigneur upon the housemaid? [H. L. Mencken, citado em “The Machinery of Freedom, guide to a radical capitalism”, David Friedman, p.111]

The organization of a capitalist society implicitly assumes that different people have different ends and that the institutions of the society must allow for that difference. [David Friedman, op.cit., p.133]

Claudio

Continue lendo “Reflexões”