Uncategorized

Ainda a prostituição

Com saudades da Ginger Lynn? Procurando fotos da Sylvia Saint? Bem, você está no lugar errado. O debate citado pelo Pedro (e originalmente colocado neste blog, hoje, mais cedo) diz respeito à pornografia, mas no bom sentido (ou em um dos seus bons sentidos, não sei bem).

Sim, eu já pensei neste tema, mas não sou o primeiro a falar disto.

Como o Pedro falou, o interessante foi que quase todos (exceto uma aluna) participaram do debate. Não vejo efervescência (devo ter errado a grafia…) intelectual assim há séculos. Claro, sobre prostituição, pornografia e tudo o mais, não tem como não escapar. Teve até gente pensando em elasticidade-cruzada (“professor, você acha que a legalização da prostituição teria impactos sobre a demanda de michês e travestis?”).

O notável na Ciência Econômica encontra-se no fato de ser uma ciência criada para se entender o comportamento humano (Mises), seja ele o do mundo dos negócios (Marshall), o dos políticos (Buchanan) ou mesmo dos envolvidos em conflitos violentos (Hirshleifer). E olha que isto é só a ponta do “iceberg”.

Um dia encontrei este iceberg e meu Titanic afundou. Hoje, por bem ou por mal, eu bebo, como, vivo e sofro Economia. Você não precisa chegar a este ponto, leitor. Mas se for aluno de Economia, tem que, além de ser estudante (não só aluno), mostrar um pouco mais de tesão (opa!) pelo que estuda.

A elasticidade-tesão da vida é maior que um (“Tesão faz bem pacas”) e a correlação entre horas de imersão em Economia e Tesão é positiva (aproximadamente 0.98789).

Claudio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s