Uncategorized

Como os grupos de interesse – que foram generosos com certo candidato – podem travar a agenda de reformas

O atual ocupante da Granja do Torto, LLUULLAA, foi eleito com uma boa dose de ajuda de setores que, agora, sao recompensados.

O problema é: quem pagará a conta? Pode contar com isto, leitor, no peso dos custos do Estado brasileiro recente. Não se trata de “herança maldita”, mas de uma clara “escolha maldita”.

A análise do Jorge está excelente.

Claudio

Um comentário em “Como os grupos de interesse – que foram generosos com certo candidato – podem travar a agenda de reformas

  1. By the way, nas últimas semanas várias entidades setoriais apresentaram ao governo pedidos de maior proteção comercial (usualmente via elevação da Tarifa Externa Comum do Mercosul, mas também há os que pedem restrições administrativas como exigência de depósito prévio à importação, licenciamento não-automático, etc). Os mais “chatos” são os setores de calçados, de têxteis e de bens de capital (que se auto-intitulam “vítimas do câmbio e da concorrência chinesa”). O timing é bastante sugestivo: vários pedidos importantes ao mesmo tempo, e logo após as eleições… E pelo andar das discussões intra-governo esses setores devem levar, se não tudo, pelo menos grande parte do que pedem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s