Uncategorized

Chopp e capital social

Por isso é que pode beber uns 10 chopps. O importante é não exagerar.

Claudio

Continue lendo “Chopp e capital social”

Anúncios
Uncategorized

Realismo Socialista com diretor involuntário

Vamos conhecer mais sobre o modelo socialista da norte-coreano, este que é mais gramsciano do que qualquer estudante de sociologia “d’squerda”.

Hoje, vamos falar de cinema.

In 1978, actress Choi Eun-hee, recently divorced from Shin, was kidnapped from Hong Kong to North Korea. When Shin traveled to Hong Kong to investigate, he was kidnapped as well. The kidnappings were on orders of future dictator Kim Jong-il, who wanted to establish a film industry for his country to sway international opinion regarding the views of the Workers’ Party of Korea. (…) The North Korean authorities have denied the kidnapping accusations, claiming that Shin came to the country willingly. Shin and his wife made secret audio tapes of conversations with Kim Jong-il, supporting his story.

A fonte, claro, é a globalizante e imperialista Wikipedia.

Já não basta aquela maluquice do governo norte-coreano ter seqüestrado japoneses na década de 70 para obrigá-los a ensinar a língua para potenciais espiões, a dinastia socialista Kim foi incapaz de gerar um cineasta em seu próprio país. Como o paraíso socialista não é muito bem visto pelas agências de turismo da região, raptou-se um.

É incrível? Não, não é. É o modelo socialista. Faz sentido. Você não paga um bom salário para o cara migrar voluntariamente. Salário é burguês, logo, tem mais-valia em algum lugar. Se tem mais-valia, é exploração. Se é exploração, é capitalismo.

Logo, sem salário, socialismo.

Claudio

Continue lendo “Realismo Socialista com diretor involuntário”

Uncategorized

Se não quiser conversar, vou levar a bola embora

SEUL – Um oficial norte-coreano advertiu que a nação comunista pode lançar mísseis com ogivas nucleares, a menos que os EUA decidam negociar seus conflitos com Pyongyang, revelou a agência de notícias sul-coreana Yonhap. “Nós esperamos que a situação se resolva antes que nós lancemos mísseis”, disse o oficial, cujo nome não foi revelado. Ele disse, porém, que seu governo pretende voltar às negociações e abandonar seu programa nuclear se os EUA tomarem “medidas correspondentes”.

O governo socialista/comunista de Pyongyang não me parece algo clinicamente razoável. É caso de remédios tarja preta ou talvez de um bom médico.

De volta à Economia.

Claudio

Continue lendo “Se não quiser conversar, vou levar a bola embora”