Uncategorized

Você cria o incentivo, o sujeito se adequa…

Para conseguir a vaga, a ex-estudante de medicina Taiane Amorim Brito, 21 anos, pagou R$ 800 para obter dois históricos falsos, nos quais se atestava que ela concluíra o ensino fundamental e a 1º e 2º séries do ensino médio numa escola da rede pública no bairro da Ribeira, em Salvador.

Um cruzamento de dados realizado pela Secretaria estadual de Educação comprovou a falsificação, classificada de grosseira pela secretária estadual de Educação, Anaci Paim. A aluna, que admitiu a fraude, estudou em colégio particular de um bairro nobre de Salvador.

É este tipo de gente que pinta a cara e sai às ruas pedindo ética na politica (ou saía, já que sumiram nos últimos anos…)? Péssimo exemplo…

E me falam que economista é que é ingênuo de simplicar as coisas ao dizer que pessoas respondem a incentivos!

Claudio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s