Uncategorized

Duas mini-aulas de economia

Primeiro, sobre o papel do Estado na economia.

Especialistas criticam ingerência de Lula na Petrobras

06h36 — Por Nicola Pamplona e Irany Tereza, n’O Estado: “A determinação do governo de que a Petrobrás absorverá um eventual aumento no preço do gás boliviano foi criticada por especialistas consultados ontem pelo Estado. Mas todos concordam que a decisão não deve afetar muito as contas da empresa, pois os negócios na Bolívia representam só 2% da receita da estatal brasileira. As preocupações referem-se à ingerência do acionista controlador nas atividades da companhia. ‘É a primeira vez que um presidente da República pede explicitamente que a empresa segure preço’, diz o consultor Adriano Pires, do Centro Brasileiro de Infra-Estrutura, referindose a declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na semana passada, de que não haveria repasse para o consumidor. ‘Se o gás tem um custo, a Petrobrás não pode, como empresa, vender abaixo desse custo’, diz um acionista da companhia. Segundo Pires, os acionistas minoritários podem contestar a determinação de Lula se se sentirem lesados. ‘O acionista majoritário tomou uma atitude que pode prejudicar os demais acionistas.’ Cerca de 68% das ações da estatal estão com terceiros. Analistas de banco de investimento avaliam que a crise terá pouco impacto sobre os resultados da estatal. ‘A Bolívia não representa absolutamente nada nos negócios da estatal’, diz Ricardo Junqueira, da Ático Asset Management. ‘Só a conquista da auto-suficiência dará uns US$ 4 bilhões a mais, muito mais do que ela já investiu na Bolívia.’ A avaliação geral é que a situação boliviana é mais perigosa para a indústria consumidora do combustível, especialmente a paulista, do que para a estatal. As distribuidoras de gás canalizado devem ter impacto, pois o ritmo de crescimento das vendas deve cair.”

Agora, sobre como funciona oferta e demanda (para estudantes, economistas e índios ex-plantadores de coca).

Morales montou armadilha para si mesmo, diz empresário

06h45 — N’O Estado: “O presidente Evo Morales quer unir o país em torno do aumento no preço do gás mas o principal líder dos empresários da Bolívia está convencido de que as chances de se obter um aumento substancial são remotas. ‘Preço é mercado, não é favor político nem amizade’, afirma Roberto Mustafá, presidente da Confederação dos Empresários de Bolívia, entidade que reúne indústrias e bancos, estabelecimentos de comércio e mineradoras. ‘Todo empresário sabe que os preços funcionam pela lei da oferta e da procura. Para conseguir que os brasileiros paguem mais pelo nosso gás, a Bolívia precisa encontrar alguém que queira pagar mais por ele, na mesma quantidade. Esse cliente não existe, pelo menos nos dias de hoje’, diz Mustafá. Exportador de manufaturados de couro que freqüenta o Palácio Quemado em aparições que o governo costuma festejar como demonstração de apoio de empresários, Mustafá costuma se reunir com a equipe de governo e se confessa cada vez mais decepcionado com o que ouve e vê. Ele está convencido que Evo Morales montou uma armadilha para si mesmo com o decreto da nacionalização. Perguntado se acha viável que a Petrobrás e a Repsol concordem com uma elevação de 60%, como o presidente da Bolívia anunciou no fim de semana, Mustafá diz, em tom desanimado: ‘Acho muito difícil’. Na sexta-feira, o empresário teve uma reunião de três horas no Palácio Quemado. (…) Quando questionou o projeto de reservar uma participação de apenas 18% nos maiores campos de gás do país, ouviu que os lucros da Petrobrás eram tão grandes que a empresa poderia ganhar muito dinheiro se tivesse participação de apenas 8% nos resultados. Mustafá se confessou preocupado com um comportamento capaz de provocar ‘fuga de investimentos’.(…) Ele receia que possa danificar a imagem do país – e tornar mais difícil a vida de quem pretende investir na Bolívia.”

Claudio
p.s. Ambos do Primeira Leitura.
p.s.2. Engraçado mesmo é ver o que dá clicar em “Estatísticas” neste site. E eu achando que iria ver algo sobre gás natural. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s