Desarmamento

Fatos para reflexão

Lembram do referendo sobre o desarmamento? O “Não” venceu. Temos armas. Gente que dizia que as pessoas saberiam escolher passaram a usar argumentos do tipo “foram manipulados”, etc. Deveriam defender, coerentemente, o fim das eleições em todos os níveis.

Complicada a vida quando se discute tópicos tão polêmicos. Quer ver só? A ONU queria de todo o jeito o desarmamento aqui. Talvez os burocratas acreditassem que isto seria um evento totalmente independente de qualquer outra política pública. Obviamente não é.

Os brasileiros sabem disto. Principalmente os que estão no Haiti.

Veja só o que eles dizem na matéria (e pense no caso do Brasil, há similaridades).

Segundo Valdes, a dificuldade em desarmar a população civil – um dos objetivos da missão que envolve mais de 9 mil militares e policiais da ONU – advém do fato de que não existe no país um ambiente em que as pessoas se sintam seguras para abrir mão do que pode ser não só seu único meio de proteção, mas também seu sustento.

(…)

Sem poder contar com a segurança pública, as elites contratam servicos de empresas particulares, negócio que se proliferou nos ultimos dez anos no Haiti.

Mas a população que não pode arcar com esse luxo fica sujeita à ação das gangues, tendo que, como no caso das favelas e os traficantes brasileiros, morar cara a cara com os bandidos.

Não lhe parece familiar?

Claudio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s