Economia Brasileira

A ANEEL e a importância da amostragem estatisticamente correta

Em julho deste ano, o IDEC publicou notícia na qual se divulgava resultado de pesquisa feita pela Datamétrica sob encomenda da ANEEL. Segundo a mesma, a satisfação dos consumidores em 2004 teria caído. Este é um resultado essencial já que em nosso modelo regulatório isto implica em queda nas tarifas.

Entretanto, ontem, a ANEEL divulgou que houve um “erro de amostragem” na pesquisa que teria gerado a tal queda. O resultado não pegou o mercado de surpresa. Gente do setor já havia estranhado o resultado.

Qual é o remédio? Para a ANEEL, adotar a pesquisa de 2003. O problema é que isto nos deixa com reajustes maiores do que o que já se esperava. Ok, para ser mais correto, se a pesquisa de 2004 tem problema, não dá para dizer se o reajuste é maior ou menor a alguma coisa (que, estando errada, não serve como referência).

Na verdade, os ofertantes (claro, né?) estão dizendo que não acreditam em impactos elevados nas tarifas.

Talvez a principal lição desta história seja a de que se o modelo regulatório possui um índice de reajuste que varia diretamente com um índice de satisfação do consumidor obtido via amostragem, então o cuidado com esta deve ser, sempre, redobrado. Afinal, como ficamos agora? Com um reajuste que reflete a realidade de 2003?

UPDATED: Não era apenas o IDEC que divulgou a notícia. A própria ANEEL, antes da re-checagem, acreditava nos números da pesquisa…

Claudio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s