Uncategorized

Só rindo…

É muito viés ideológico pretender que apenas republicanos têm uma ideologia. Será que quem pegou em armas nos anos 60 contra a ditadura militar era apenas um oportunista? Começo a desconfiar, após ler isto, que sim.

Uncategorized

A esquerda brasileira e seus aliados

Uncategorized

Um comentário

Trecho de comentário do João:

Para completar, leiam abaixo o que LEONARDO BOFF escreveu em seu post semanal no blog do NOBLAT http://oglobo.globo.com/pais/noblat/ sobre nós, simples Economistas, graças a DEUS.
“A crise econômica de 1929 sequer punha em questão a natureza e a Terra. O pressuposto ilusório era de que elas estão sempre ai, disponíveis e com recursos infinitos. Hoje a situação mudou. Já não podemos dar por descontada a Terra com seus bens e serviços. Estes mostraram-se finitos e a capacidade de sua reposição já foi ultrapassada em 40%.
Quando esse fator é trazido ao debate na busca de soluções para a crise atual? Somos dominados por economistas, em sua grande maioria, verdadeiros idiotas especializados – Fachidioten – que não vêem senão números, mercados e moedas esquecendo que comem, bebem, respiram e pisam solos contaminados. Quer dizer, que só podem fazer o que fazem porque estão assentados na natureza que lhes possibilita fazer tudo o que fazem, especialmente, dar razões ao egoismo e às barbaridades que a atual economia faz prejudicando milhões e milhões de pessoas e que vai minando a base que a sustenta.”

Caro João, o teólogo (ou ex-teólogo, sei lá) que fala tamanha asneira não merece comentário. Afinal, sua própria especialização, como teólogo, já lhe fez escrever coisas bem, digamos, estranhas, não é? Quem leva a sério um argumento deste mostra que não entrou ainda no mundo científico dos debates e ficou apenas no amor à retórica. Neste caso, uma retórica bem ruinzinha…

Uncategorized

Se não estudou na faculdade…

…é massa de manobra.

Trecho:

As avaliações ideológicas do PC do B que não reconheceram ou minimizaram em documentos oficiais o papel dos camponeses recrutados para a Guerrilha do Araguaia (1972-1975), criaram uma distorção. As indenizações para as vítimas da ditadura beneficiaram apenas a “elite” da guerrilha, os militantes que foram recrutados nas cidades.

Ficaram para os camponeses, sistematicamente tratados pelo PC do B apenas como “apoios”, “elementos de massa” ou simplesmente “moradores da região”. O grupo dos privilegiados surgiu antes mesmo do benefício ser concedido.

Uncategorized

A economia política da CNBB…na prática

Não deixa de ser irônico ver como o discurso de um grande ramo do catolicismo brasileiro se altera quando aparece um bispo paraguaio totalmente fora dos trilhos na cadeira dos aliados. Parece uma santa ceia, só que às avessas. Mas já sabemos como funciona a ciência em um mundo ideologizado (meta da “economia política” desta gente). Não seria muito diferente no caso da igreja, não é?

Uncategorized

Lembrando uma queima de arquivo…

Dizem que foi queima de arquivo. Dizem também que os movimentos “sociais” (que na verdade seriam tutelados por gente da pesada) se calam muito rapidamente quando o nome do sujeito vem à tona. Dizem que tem a ver com um esquema de corrupção mafioso. 

Dizem muito. Mas pouco foi feito nestes últimos anos – seria uma “herança maldita”? – para se esclarecer o caso. Nem os juízes e delegados perfomático-midiáticos parecem querer voltar ao assunto.

Mas que assunto? Este.

Uncategorized

Anistia

É para isto que eles fizeram todo aquele arremedo de terrorismo no Araguaia: aumentar o PIB per capita concentrando renda. Lamentável esta esquerda brasileira. Tão mentirosa quanto qualquer outra esquerda, direita ou centro. 

Aprenda, leitor: monopólio da ética, nem com nove, nem com dez dedos na mão. Aliás, a mão visível do governo…geralmente está no seu bolso.

p.s. vai estudar Public Choice antes de se coçar para deixar seu comentário mal-educado, vai.