Dia das Crianças…atrasado

A alegria só é comparável ao momento em que você abre a caixa sob uma árvore de Natal.

PaperCamera2017-10-23-08-46-07PaperCamera2017-10-23-08-45-53

Anúncios

Choques tecnológicos no futebol: a dieta de Wenger

Choque tecnológico pode melhorar o desempenho de seus empregados?
Wenger, meanwhile, had been impressed by the healthiness of Japanese cuisine, noticing the low level of obesity throughout the country. He quickly overhauled the dietary options at Arsenal’s training ground, banning sweets, chocolate and Coca-Cola, and encouraging his players to eat steamed fish, boiled chicken, pasta and plenty of vegetables. [The Mixer: The Story of Premier League Tactics, from Route One to False Nines – Michael Cox]

O que eu gostaria de saber mesmo é se isso funcionou. De qualquer forma, mais sobre Wenger aqui e aqui.

Dica R do Dia – Gerenciando pedidos, estoques, etc

Eis um ótimo exemplo de como aprender R replicando exemplos (não fiz, mas as instruções são bem detalhadas). Mesmo que você não entenda tudo inicialmente, a repetição e a análise dos resultados acaba por fazer seu cérebro trabalhar.

A dica é esta.

p.s. é a primeira vez que vejo uma curva ROC utilizada em um exemplo aplicado. Serve de exemplo para sala de aula.

Momento R do Dia – Revisitando a mais longa série histórica do Brasil (na minha opinião)

Eis um antigo Momento R do Dia, revisitado.

dat<-read.table("C:/Users/cdshi_000/Documents/pila.csv",
                header=TRUE, sep=",", na.strings="NA", dec=".", strip.white=TRUE)
str(dat)
dat$date <- as.Date(as.character(dat$date))

library(ggplot2)
library(ggthemes)

p<-ggplot(dat, aes(date, pila)) +
  geom_line()+
  ggtitle("Taxa de câmbio Pila/unidade monetária brasileira")

p + theme_economist() + scale_colour_economist() +
  scale_y_continuous(position = "right")

O código acima nos dá…
pila

Como está tabulada a série? Eis o cabeçalho e a primeira linha.

date pila
1 1500-04-22 1

Segui a dica importante de transformar a data que estava em formato de fator para data mesmo.

Legal, né?

Economia do Futebol – Relembrando a Divisão de Acesso do Gauchão 2017

As imagens a seguir mostram a evolução do desempenho das equipes participantes da Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho de 2017 em termos dos gols fora e dentro de casa (ou seja, como “mandantes” e como “visitantes”). Vale lembrar que, em apenas um jogo, entre Internacional de Santa Maria e Glória e Pelotas, houve necessidade de decisão por pênaltis, motivo pelo qual há um pico na produção do primeiro time (5 gols). O resultado, sem pênaltis, foi de 1 x 0 (nos pênaltis: 4 x 2).

No primeiro gráfico, o desempenho de cada equipe como visitante (o eixo horizontal ordena as partidas e o eixo vertical apresenta o número de gols). No segundo, com os mesmos eixos, o desempenho de cada equipe como mandante.

divacess1divacess2

Difícil achar uma tendência, não? Aparentemente, apenas o Santa Cruz apresentou alguma evolução, mas como visitante. Quer ver o desempenho dos mandantes na métrica “gols marcados menos gols sofridos”? Eis aqui o gráfico (por algum motivo, que ainda não consegui corrigir, o título saiu cortado).

divacesso3
Hoje é domingo e o Lobão (EC Pelotas) tem uma decisão importante. A equipe é bem diferente da que disputou a divisão de acesso e, bem, vamos torcer!

20161213_160726

Intervalo para o futebol em R (Momento futebolístico em R do Dia)

Estava brincando com o ggplot2 aqui no R e fiz uns gráficos que podem não dizer muita coisa sobre o futuro, mas são bem auto-explicativos sobre o que aconteceu na Copa Paulo Sant’Anna com dois clubes: o glorioso Esporte Clube Pelotas (o Lobão) e o Aimoré.

pelotas_aimore1pelotas_aimore2

p.s. este blogueiro declara que já foi um vascaíno doente e segue sendo um cruzeirense e um pelotense torcedor do Esporte Clube Pelotas (o famoso “Lobão”) em estado terminal.

p.s.2. este post não tem nada de economia. Apenas uma demonstração do poder do ggplot2.

Mini-Dica R do Dia (literalmente “do Dia”, como você verá)

Sempre tive muita raiva daquele momento em que o Excel (ou mesmo o LibreOffice/OpenOffice) promete(m) converter datas em dias de semana mas diz que “se você entrou com formato texto, podem ocorrer problemas”. Em outras palavras, nunca funciona 100% (o que, numa planilha, significa que não funciona…a não ser que você não se importe com 9 + 7 = 23 e 2 + 2 = 4…).

Ontem, com meus dados no formato dd/mm/yyyy já importados no R, descobri – após alguma pesquisa – que a solução disso é bem simples (aliás,o exemplo está aqui).

Eis aí mais um caso de flagrante – e absurdamente clara – vantagem do R sobre planilhas eletrônicas. Creio que numa futura revisão da apostila do R incluirei esta dica.

Thaler e o Nobel

167px-richard_thaler_chathamÉ uma área cheia de questões interessantes – muitas das quais eu ainda tenho dúvidas quanto à sua robustez (por exemplo, a tal “racionalidade limitada”) – esta que foi premiada.

Também não compro a idéia de paternalismo libertário que alguns derivam dos trabalhos de economia comportamental, mas, sem dúvida, é um prêmio interessante, que, mais uma vez, mostra que economistas geralmente sabem dialogar com outras áreas do conhecimento – como a psicologia (da qual, na verdade, nunca estivemos separados, desde a era dos debates iniciais sobre a teoria do valor utilidade) – de forma produtiva.

Parabéns, Richard Thaler!

Ajuda para Conferências?

Hello,

I wanted to share great news with you. INOMICS, a career site for economists, has just opened its 3rd edition of Conference Grant Contest 2017. Each year, participants can enter for a chance to win a €500 grant towards the costs of the event of their choice. The grant can be used to cover travel, accommodation, and/or registration costs for an intended conference.

The contest is an excellent opportunity to support a prospective attendee to your event by giving them a chance to finance their conference trip. Therefore, feel free to share this information with your email lists and in your advertising materials.

You will find the official page of the contest here. Application deadline is 10th of December 2017.

INOMICS Team look forward to helping one passionate, driven academic attend a top rated conference like yours.

Best regards,
Anna Swilak

Pare de desrespeitar religiões e comece a estudá-las. Vai que elas ajudam no desenvolvimento…

Embora eu não seja lá muito religioso, repudio certas posturas de ateísmo radical que não podem ver uma religião aqui ou acolá que já começam a incentivar o desrespeito, a violência contra não apenas praticantes, como também crenças, etc (geralmente em nome da paz…).

As evidências empíricas sobre o impacto da religião na economia vêm se acumulando ao longo dos anos. Parece que neste encontro da ANPEC há gente contribuindo com isso. Claro, é um artigo preliminar, mas é isso aí. Você não precisa querer ser religioso depois disso. Basta apenas entender que a discussão sobre valores morais (ou religiosos) e bem-estar não é nem irrelevante, muito menos simples.

Divulgando

O pessoal deste blog entrou em contato comigo para…divulgar o blog. Gostei. Não sei quem são os autores (não achei nomes por lá), mas achei muito bacana o conteúdo. Como um dos temas mais recentes aqui é o de Economia dos Esportes, notadamente do Futebol, fica esta ótima dica.

Embora não seja um blog de Economia dos Esportes, per se, sua abordagem quantitativa já eleva o tom do debate sobre futebol uns “n” passos acima do achismo.