produtividade · Uncategorized

Pais Super Protetores e os Filhos

oferta_demanda_2.jpgPode ser fruto de um trauma terrível, não importa, o fato é que o comportamento super protetor pode danificar (permanentemente?) o futuro dos filhos. Também pode não ser uma boa ser ultra-exigente. Aliás, note que as duas coisas – super proteção e exigências excessivas – andam juntas (afinal, o pai (ou a mãe) quer que a cria seja “a melhor possível”).

Este é um comportamento que os microdados que temos (no Brasil, inclusive?) – até onde sei – não captam diretamente, o que não quer dizer que não seja importante (afinal, a teoria precede os dados).

Talvez seja interessante tentar investigar cientificamente estes pais helicópteros e suas neuroses. Afinal, é um problema de diminuir o potencial produtivo de seres humanos. Pense no que dizem os autores deste último estudo citado.

The current study results stated that helicopter parenting and anxiety were correlated positively and that children’s anxiety also increased with an increase in helicopter parenting attitudes. The controlling and accepting attitudes of parents were related with helicopter parenting.

Pais super protetores, filhos neuróticos. Filhos neuróticos, produtividade baixa. Produtividade baixa, menores chances de boas colocações no mercado (tudo, claro, ceteris paribus).

Anúncios
economia · felicidade · produtividade · Sexo · trabalho

Mais sexo, mais felicidade…e mais produtividade?

Impact of Sexual Activity on Wage: an Empirical Investigationpor Paulo R. A. Loureiro; Mário Jorge Cardoso de Mendonça; e Jaime Orrillo.Working Papers No 07 – 010 – Outubro 2007

Abstract

We test the assumption that the relation between sexual activity is nonlinear, considering that the impact of sex on productivity and therefore on wage occurs during a certain interval of times which one cannot perceive if discrimination is not done. In other words, we must use different dummies to enumerate distinct frequencies. A similar procedure appears in Blanchflower and Oswald ( 2004 ) to test the effect of sexual activity on happiness. This is done in column (2) and the results show that this assumption is valid.

Keywords : productivity, sexual activity , wage.

Ok, o abstract ficou meio confuso. Mas o ponto é:

For the unrestricted model the interval where sexual activity is significant comprehends a frequency from two to five times a week. In our opinion this achievement reflects the fact that the relation between sexual activity and productivity is determined by a non-decreasing relation in which there is a limit which the impact of one unit more of sex does produce an effect on productivity and therefore on wage.

Moral da história: sexo faz bem para sua produtividade (…até certo ponto).

p.s. não acredita? Olha o modelo teórico aqui.