Uncategorized

Breves Reflexões sobre o atentado em Orlando: instituições, liberdades, emporiofobia e violência (UPDATED)

Começo este triste texto lembrando que o fato é que, no século XXI, a religião campeã de intolerância contra os gays é…bem, provavelmente há um empate entre o Islã e o Cristianismo, mas não tenho dados sobre citações religiosas pró e anti-tolerância com homossexuais para apresentar aqui. Contudo, uma boa proxy do discurso (in)tolerante pode… Continuar lendo Breves Reflexões sobre o atentado em Orlando: instituições, liberdades, emporiofobia e violência (UPDATED)

Uncategorized

Menos emporiofobia, mais meio ambiente

Para você que estudou um pouquinho de Ciência Econômica, digamos, apenas um livro introdutório de boa qualidade (como o do Mankiw, por exemplo), esta notícia é interessante. Afinal, ela mostra que consumidores racionais respondem a incentivos da forma prevista pela teoria. A lógica de se adotar um pedágio verde diz respeito ao que você aprendeu… Continuar lendo Menos emporiofobia, mais meio ambiente

Uncategorized

Por que você deve dizer não à emporiofobia? Porque sociedades pró-mercado também são as mais tolerantes.

Porque você quer mais tolerância na sociedade (ah, sim, emporiofobia foi definida aqui). Mas, voltando ao tema, Berggren & Therese (2012) [a versão final foi publicada, creio, em 2015], têm uma veja a ótima explicação acerca da relação causal entre instituições pró-economia de mercado e tolerância: “(…) the basic idea is that economic freedom entails… Continuar lendo Por que você deve dizer não à emporiofobia? Porque sociedades pró-mercado também são as mais tolerantes.

Uncategorized

Contra a Emporiofobia: deixa o cara vender a caneta BIC ungida (e deixa eu vender as minhas…)

Veja como o mercado é uma instituição ótima. Primeiro, quem quiser comprar, compra (pense na mudança na composição da distribuição de renda brasileira). Em segundo lugar, mercado também é informação e, ora, ora, ora, a informação foi disseminada e já tem gente aqui, no FB, divulgando dizendo que isto é picaretagem, o que prejudica a… Continuar lendo Contra a Emporiofobia: deixa o cara vender a caneta BIC ungida (e deixa eu vender as minhas…)

Uncategorized

Como ajudar os pobres? Dando-lhe mercados (da série: diga não à emporiofobia)

Eis um vídeo muito bom, curto e muito bem explicado. Antes de sair por aí acusando seu amigo economista de “ser maldoso” ou dizer que “mercados não eliminam pobreza”, vai lá ler seu livro-texto de desenvolvimento econômico. Acho que pensar no que diz o prof. Powell é essencial (pensar, meu amigo, não rosnar, ok?). Este… Continuar lendo Como ajudar os pobres? Dando-lhe mercados (da série: diga não à emporiofobia)

Uncategorized

Menos Emporiofobia, Mais Prosperidade!

Cito parte da entrevista do Schultz com o prof. Cooter: NS: What role does culture play in enabling or prohibiting necessary legal reforms? RC: Innovative business ventures are the proximate cause of sustained growth. To launch an innovative business venture in Canada or Sri Lanka, the innovator and financier must solve the double trust dilemma.… Continuar lendo Menos Emporiofobia, Mais Prosperidade!

Uncategorized

Socialistas e Empresários podem se unir em torno de interesses comuns? A Emporiofobia novamente.

For the first time in human history, modern consumer culture has come to hold out the ideal of comfort as a plausible full-time expectation and worthy human aim. We live in the time of comfort foods, comfort zones, humidity comfort indices, being comfortable in your own skin. But there are values that are not compatible… Continuar lendo Socialistas e Empresários podem se unir em torno de interesses comuns? A Emporiofobia novamente.

Uncategorized

Microfundamentos da Emporiofobia – uma reflexão inicial

Educar é… Considere a seguinte palavra japonesa: Seiseki (成績), composta de dois caracteres chineses muito bonitos. O primeiro deles significa “tornar(-se)”, “alcançar” (turn into, achieve). O segundo, “resultado” (achievement, em inglês). A palavra, portanto, é construída juntando-se dois caracteres que significam, praticamente, a mesma coisa. Mas há mais do que isto neste vocábulo. Por trás… Continuar lendo Microfundamentos da Emporiofobia – uma reflexão inicial

Uncategorized

Emporiofobia, pobreza e instituições

Introduzindo a Emporiofobia Há um perigo rondando os cursos das faculdades de ciências sociais: o entendimento incorreto acerca do papel dos mercados. Boa parte da culpa cabe aos inimigos do mercado, mas boa parte cabe a nós, professores de Economia, por não enfatizarmos de forma eficiente os benefícios do funcionamento de mercado. Paul H. Rubin,… Continuar lendo Emporiofobia, pobreza e instituições

emporiofobia · empreendedorismo · instituições · trust

Confiança, mercados, etc

Veja só a conclusão desta revisão da literatura sobre confiança (trust): (…) social and political trust are critical social achievements for sustaining a diverse social order, but social trust is more important than political trust. Second, liberal democratic market-institutions play a modest role in sustaining social trust, and a large role in sustaining political trust.… Continuar lendo Confiança, mercados, etc

Uncategorized

Algumas estatísticas interessantes sobre o Brasil (vão te ajudar a não passar vergonha nas redes sociais)

“…, 58,1% (cinquenta e oito inteiros e um décimo por cento) dos empreendedores brasileiros têm rendimento familiar de até 3 (três) salários mínimos, 61% (sessenta e um por cento) são negros e pardos, e 30,6% (trinta inteiros e seis décimos por cento) não têm educação formal ou têm apenas o primeiro grau incompleto. Pequenos negócios… Continuar lendo Algumas estatísticas interessantes sobre o Brasil (vão te ajudar a não passar vergonha nas redes sociais)

Uncategorized

Retrospectiva 2016?

Alguns hits deste blog e alguns que achei interessantes (publicados em 2016). Desculpem-me a retrospectiva bagunçada, mas…bem, vocês já sabem como sou. Desmascarando correntes…https://gustibuseconomia.com/2009/08/28/quando-a-moeda-circula-nem-sempre-a-economia-prospera/ Um apelo para que se olhe os dados: https://gustibuseconomia.com/2016/05/27/economia-do-crime-estupro-na-suecia-jamaica-bolivia/ Claro, o eterno campeão-zebra deste blog: https://gustibuseconomia.com/2007/09/15/receita-para-engordar/ Piadas malvadas: https://gustibuseconomia.com/2006/04/12/frases-para-se-colocar-em-papel-de-bombom/ Este aqui do André Carraro (que há anos fez parte do blog): https://gustibuseconomia.com/2007/08/29/um-sistema-socio-economico-ideal-seria/ A apostila… Continuar lendo Retrospectiva 2016?

Uncategorized

O contra-exemplo das instituições que funcionam no Brasil: o dia em que o tombamento de um carrinho de ambulante não foi seguido de saque

Exemplo anedótico clássico de que há um problema institucional (no sentido da tradição iniciada com Douglass North e Ronald Coase, ok?) é o do caminhão tombado que é saqueado por pessoas. Observa-se que em países que operam sob diferentes instituições nem sempre apresentam saques a caminhões tombados. Ok, você está com preguiça, não é? Eis… Continuar lendo O contra-exemplo das instituições que funcionam no Brasil: o dia em que o tombamento de um carrinho de ambulante não foi seguido de saque

Uncategorized

Táxis e Uber: um exercício de bem-estar

In London, the attempt by ‘minicabs’ to compete with the familiar black cabs was met with beatings, firebombings, and murder. [McCloskey, D.N. The Applied Price Theory, MacMillan, 1985, 2nd edition, p.322] Pergunta: Quando hostilizar consumidores vale a pena? Entenda as motivações. Por que alunos de um movimento estudantil foram hostilizados por motoristas de táxis após… Continuar lendo Táxis e Uber: um exercício de bem-estar

Uncategorized

O debate infindável dos taxistas, motoristas de Uber e os consumidores: mais dicas para você

Hoje, por algum tempo, acompanhei ao vivo um pouco da movimentação de taxistas e defensores do Uber na AL-MG. Em determinado momento, um taxista levantou o ponto fulcral: não sou contra o Uber, mas não podemos estar fora da lei. Não posso concordar mais com ele. Contudo, não posso também deixar de pensar que a estabilidade… Continuar lendo O debate infindável dos taxistas, motoristas de Uber e os consumidores: mais dicas para você

Uncategorized

Pode ser restaurante de sushi, uber ou táxis: a história é a mesma.

Em duas partes (aqui e aqui), o autor, H.D. Miller, conta a história do primeiro restaurante de sushi nos EUA. Surpreendentemente, ele existiu no início do século XX, nos idos de 1904-5, na California. Mas o mais legal é que os restaurantes japoneses da época eram de dois tipos: os que serviam comida japonesa e… Continuar lendo Pode ser restaurante de sushi, uber ou táxis: a história é a mesma.

Uncategorized

Instituições…mais um livro promissor!

Sugestão do Ronald que acabou fazendo com que eu comprasse mais um livro. Só o índice já me deixou curioso. O capítulo do Greif parece promissor pelo tema: o que faz com que instituições pró-trocas (eu diria: não-emporiofóbicas) surjam e prevaleçam? Afinal, muita gente gosta de mostrar correlações com, digamos, “liberdade econômica” e alguma medida… Continuar lendo Instituições…mais um livro promissor!

Uncategorized

O que nosso folclore pode nos ensinar sobre as instituições informais que (não) sustentam uma economia de mercado? O caso do “divino”.

Vejam só o que eu encontrei, por acaso, lendo o bom e velho folclorista: 87. “Trocar” a imagem – As imagens de Cristo, Nossa Senhora, Santas e Santos, não são vendidas mas trocadas. “Troquei o Crucifixo por cem cruzeiros”. É pecado empregar o verbo vender em cousas que não se vendem, como entidades do Reino do Céu. Serão permutadas… Continuar lendo O que nosso folclore pode nos ensinar sobre as instituições informais que (não) sustentam uma economia de mercado? O caso do “divino”.