Uncategorized

Descanse em paz, prof. Camps

Usei este ótimo artigo para estudar para a ANPEC. Ainda bem que o digitalizaram. Com o falecimento, pelo visto, ontem à noite do prof. Camps, guardarei a versão digital do artigo como lembrança.

Foi um ótimo professor de Macro I no doutorado do PPGE-UFRGS. Um destes professores que você não encontra mais, com vasta cultura (não apenas econômica), generoso e simpático.

Meu sábado ficou mais triste.

Uncategorized

Dez Melhores Livros de 2020

Não ordenarei por excelência, mas sim aleatoriamente (nome do autor entre parênteses, logo após o título).

  1. Poisoner in Chief (Stepehn Kinzer) – Conta a vida de um verdadeiro cientista louco que direcionou muito dinheiro do imposto do norte-americano para a duvidosa ideia de “controle mental”. Dizem que o livro exagera o lado obscuro da CIA e que é preciso notar que a concorrência soviética não era menos pior, mas não ninguém me indicou algum livro sobre os experimentos amalucados da KGB. Agradeço qualquer indicação neste sentido. ^_^
  2. Michael Landon – The Career and Artistry of a Television Genius (David R. Greenland) – pouca gente sabe, mas sou fã de “O homem que veio do céu” e “Os Pioneiros”. Landon não era só um ator ou um diretor, mas alguém que usou sua carreira para transmitir boas ideias às pessoas.
  3. John Woo: The Films (Kenneth Hall) – Nada como ler sobre a carreira de John Woo…tão boa até que ele conheceu Hollywood. Uma pena que não faça mais filmes como Bullet in the Head, A Better Tomorrow (I e II), Hard Boiled ou The Killer.
  4. The Shenzen Experiment: The Story of China’s Instant City (Juan Du) – Charter City é o tema do ano, para mim. Este livro não é apologético como a maioria do que leio por aí sobre Shenzen. Vale a leitura.
  5. Radicalization to Terrorism: What Everyone Needs to Know (Sophia Moskalenko e Clark McCauley) – um didático guia para uma literatura que acho importante demais para entender nem tanto o terrorismo, mas a radicalização. Passe um dia lendo o Twitter para ver como algumas pessoas trilham os caminhos da radicalização e você perceberá que o problema está mais próximo de você do que se imagina.
  6. Call Sign Chaos: Learning to Lead (Jim Mattis, Bing West) – a autobiografia de um dos militares mais carismáticos da era atual. Mattis chegou a servir no início da administração Trump, mas não durou muito tempo.
  7. Hitler was my friend: the memoirs of Hitler’s photographer (Heinrich Hoffmann) – um líder sanguinário visto sob uma ótica pouco usual. É um livro bem legal para se conhecer outros aspectos da vida de um dos piores anti-liberais do século XX.
  8. Your Next Government, from the nation state to stateless nations (Tom W. Bell) – outro livro cheio de ideias interessantes (relaciona-se ao 4o livro desta lista), que me fizeram pensar mais em jurisdições especiais, um tópico que me interessa cada vez mais.
  9. Análise Econômica do Processo Civil (Ivo Gico Jr) – Ivo é um amigo e um autor brilhante. Este livro chega em boa hora (este ano foi pródigo em livros de Law & Economics em língua portuguesa.
  10. Análise Econômica do Direito – temas contemporâneos (Luciana Yeung (org)) – Ok, eu não acabei de ler (e sou um dos autores em um capítulo), mas este eu indico para todos os interessados porque é um livro que avança vários temas novos nesta agenda de pesquisa na qual tenho tido a honra de contribuir marginalmente na última década (se eu tivesse começado a ler o Seinfeldia, de Jennifer K. Armstrong, ele estaria na lista…).

Ok, eu li pouco este ano. Só treze livros no Kindle e uns dois ou três físicos. Ano passado, meu Kindle me lembra, foram vinte e dois. Mas esta foi minha lista para o leitor (se é que sobrou algum) deste blog.