Cliometria vem aí! O 8o Congresso Mundial de Cliometria será em Strasbourg.

Reproduzo a mensagem.

The 8th World Congress of Cliometrics

Strasbourg, France from July 4-7, 2017

We invite you to attend and participate in the 8th World Congress of Cliometrics that will take place in Strasbourg, France, July 4-7, 2017.

 The World Congress is designed to provide extensive discussion of new and innovative research in economic history, with 88 papers to be presented and discussed by Congress participants.

 A 45-minute session is devoted to each paper, in which authors have 5 minutes to make an opening statement and the rest of the session (40 minutes) is dedicated to discussion among all session participants in the spirit of the annual cliometric conferences.

 For information about the World Congress, hotel reservations, and conference registration, please go to the Congress website:

 http://www.cliometrie.org/en/conferences/world-congress-of-cliometrics

 All sessions will be held at the Strasbourg Convention Centre: http://www.strasbourg-events.com/en/agenda/convention/uds-8th-world-congress-cliometrics

 Calendar:

– Deadline for early registration at $350 and $200 for students:  June 1, 2017

– World Clio Meeting in Strasbourg: July 4-7, 2017

 Funding to help support the conference is provided by the Association Française de Cliométrie, the Association Française de Science Economique, the Banque de France, the Bureau d’Economie Théorique et Appliquée, the Centre National de la Recherche Scientifique, the Cliometric Society, the National Science Foundation, the Université de Strasbourg, Private donors, Springer Verlag…

 Questions? Please contact clio2017@hawaii.edu and/or cdiebolt@unistra.fr

Michael Haupert

Professor of Economics, University of Wisconsin-La Crosse

Executive Director, Cliometric Society

403V Wimberly Hall

Incentivos importam: a votação do UBER

Como políticos da bancada do táxi, para usar um termo que não é fictício agiram para excluir qualquer audiência pública sobre um projeto claramente ruim para todos e ainda conseguiram aprová-lo?

Descubra neste detalhado texto.

Uma observação adicional: há tempos desisti de chamar à razão alguns entusiastas de causas com as quais tenho até afinidades ideológicas. Alguns chegam ao ponto de dizer que qualquer investigação científica é “desnecessária” ou, pior, fruto de meu “apego à econometria que não serve para nada”, sem falar no popular “modelos em economia não ajudam”.

Não conheço o autor do texto acima, mas vi que ele não escreve de forma superficial e precisou estudar um bocado para entender os incentivos políticos que – de forma muito clara – desnuda ao leitor.

É um texto de qualidade que apóia minha tese: sem evidências empíricas, sem método científico, sem o ceticismo sincero, não se avança em nada, exceto na gritaria habitual (que pode até render alguma audiência, mas não adiciona valor ao debate). Eu sei, é um desabafo. O lado bom é que encontrei este texto (graças à minha ex-orientanda, Luciana), o que é um bom sinal de que existe uma interessante comunidade na blogosfera para se ler.