Direitos autorais importam: o caso da Mulher-Hulk

Quando Stan Lee começou a achar que a Universal ia inventar uma Hulk mulher na série de TV, sobre a qual passaria a teros direitos, preparou uma solução preventiva a toque de caixa. (…) ‘Foi uma coação’, disse David Anthony Kraft, que assumiu os roteiros da série. ‘Foi tipo: ‘Precisamos inventar uma personagem chamada Mulher-Hulk, e tem que ser daqui a trinta segundos’ (…)’. [Sean, Howe. Marvel Comics: A História Secreta, Leya, 2013, p.235]

shehulk1st

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s