Cunhanmenas não me representa!

Não obstante essas medidas de saneamento governativo, outros problemas havia de premente solução. O abuso não era apenas de alguns administradores, mas, também, de certos colonos que chegavam a traficar mulheres nativas. Eram os chamados cunhanmenas que negociavam nos sertões da Amazônia, obtendo dos principais das aldeias as mulheres por casamento para depois traficarem com elas. [Dias, M.N. “A Companhia Geral do Grão Pará e Maranhão (1755-1778)”. São Paulo, USP, 1971, p.133]

 

Segundo o autor: cunhan (mulher) e mena (marido). ^_^

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s