Empresários irracionais ou crise econômica?

20160402_092239A foto ao lado nos mostra que uma loja de Pelotas entrou em uma campanha de liquidação feroz. Afinal, a Páscoa se foi e os ovos restantes estão sendo liquidados em uma relação incrível: a cada ovo comprado, leva-se um grátis (clique na figura para ampliar, caso não tenha conseguido enxergar o cartaz da promoção).

Geralmente, quem não é economista costuma apontar o dedo em tom acusatório para esta imagem exclamando: “- Vejam só! Os economistas, com suas teorias malucas e com seu conceito de racionalidade…estivessem certos, não sobrariam ovos! Claramente os empresários erram muito”.

Há erros e erros, claro. Empresários podem cometer erros sistemáticos? Só acredito nisto se eles estiverem sob anestesia, ou seja, sob proteção do Estado (o que é outra forma de dizer que o Estado “ataca” (ou “desprotege”) todos os outros cidadãos). Empresários não cometem erros sistemáticos porque sua sobrevivência é função da minimização de seus erros.

Por outro lado, há erros não-sistemáticos, mais frequentes. Acho razoável interpretar a foto acima como o resultado de um erro de cálculo quanto à demanda na Páscoa. O empresário achou que a crise não seria tão forte e superestimou a demanda de ovos. Note que, ao fazer a liquidação, temos, novamente (e ironicamente), uma prova de que empresários não são loucos e nem cometem erros sistemáticos. Buscar recuperar parte do prejuízo é uma forma de se traduzir a expressão “minimizar custos” que, por sua vez, é exatamente a mesma coisa que “maximizar lucros”.

Ah sim, não comprei ovo de Páscoa. Preciso emagrecer.

p.s. Sempre que você se deparar com uma promoção destas lembre-se: pode ser que seja um sinal de que a crise – que dizem ser política, moral, etc – pode ser econômica também. Senão o empresário teria um cartaz pedindo mais moral e decência e não um cartaz de liquidação…

Anúncios

2 respostas em “Empresários irracionais ou crise econômica?

  1. Pingback: Empresários irracionais ou crise econômica? — De Gustibus Non Est Disputandum | O LADO ESCURO DA LUA

  2. Será que o cartaz é mesmo um reflexo da crise ou erros de cálculo? Não acredito que qualquer empresário tinha dúvidas quanto ao cenário recessivo da economia. Uma dúvida aceitável, talvez, seria quanto ao impacto da crise em algum setore específico. O problema é que se a resposta estivesse na crise, não viríamos, tanto no pequeno quanto no grande varejista, todos os anos, promoções de qualquer produto relacionado a datas festivas alguns dias depois do período de maior volume de vendas. Ovos de chocolate, bacalhau, brinquedos, bebidas e peru para citar alguns exemplos. Duvido que esse erro frequente e positivo seja causado por proteções do governo.
    Será que a resposta não está no fato de que os empresários saibam que clientes, por qualquer motivo que seja, preferem lojas fartas e com opções de escolha?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s