Custo de oportunidade no futebol

Polêmica sem sentido para um economista é a de se um time deve alugar seu estádio para outro time, mesmo que seja seu arqui-rival. Trata-se de uma escolha e, como tal, deve-se pesar o que não será escolhido e o que poderá sê-lo.

Neste sentido, Tiago Gaúcho, do Lobão, resume muito bem o que está em jogo no debate acerca da Boca do Lobo para o arqui-rival, o Brasil de Pelotas:

Eu prefiro o Brasil jogando um ano na Boca do Lobo do que ver o Pelotas por anos na Segundona (…). [Diário Popular, 13/12/2015, p.29]

Eis o custo de oportunidade que importa. O time precisa de dinheiro para adquirir melhores jogadores e reforçar a equipe e os torcedores não conseguem ajudar o time com mais dinheiro próprio. Logo…

Mas o mais legal é que o Tiago Gaúcho mostrou entender bem o conceito de custo de oportunidade.

Anúncios

Uma resposta em “Custo de oportunidade no futebol

  1. Pingback: Maximização de lucros e o Lobão (o time, não o cantor) | De Gustibus Non Est Disputandum

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s