Outro ponto na discussão sobre transporte de pessoas: o custo do insumo (e um resumo de quase tudo que já escrevi aqui antes sobre o caso “Uber”)

uber_taxis

Não chequei a fonte, mas me parece que os dados estão corretos. Posto isto, cai por terra outro argumento estranho de que quem dirige um Honda Civic tem menos custos do quem dirige um Gol.

Ah sim, para Belo Horizonte, alguns jornalistas fizeram parte do dever de casa e nos mostram que a classe dos taxistas não é tão homogênea assim em termos de renda (veja também a breve matéria sobre os taxistas e suas empresas de fachada).

Em outras palavras, a questão do Uber (veja que já estou cansado de levantar pontos para a reflexão em diversos textos que publiquei aqui) continua na ordem do dia e prefeitos e vereadores têm nas mãos a oportunidade de se mostrarem mais ou menos interessados no bem-estar de seus eleitores nestes tempos em que vivemos…

Ah sim, leiam também este ótimo texto do Carrasco e do Mello. Algumas analogias que já fiz são esta, esta e esta). Os estudantes (alunos ou professores ou leigos) de Ciências Econômicas talvez gostem dos seguintes textos: este, este (com dados), este, este (com análise do CADE sobre o tema) e este (no qual mostro com um exercício simples típico do primeiro ano de um estudante de Ciências Econômicas, boa parte do que já disse em outros textos). Caso você seja um leitor de primeira viagem deste blog, espero que goste destes textos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s