Felicidade Gay e porte de armas! Polêmica!

Acredito que uma das mais importantes representações da liberdade individual seja o direito de portar armas legalmente. Sei que é polêmico – os leitores frequentes deste blog sabem disto – mas a polêmica não deveria ser um critério para se proibir as pessoas de investigarem correlações, causalidades, etc.

Assim, só para provocar, notamos que a correlação entre a felicidade gay e o número de armas legalmente em posse de cidadãos em um país é positiva. Aliás, um gay não gostaria de ser assaltado, tanto quanto um hetero, né?

gay_guns

Novamente, sabemos que uma correlação não diz muita coisa, mas serve de início para pesquisas mais detalhadas sobre o tema. Note: aquele que usar apenas estas correlações para avançar argumentos estará cometendo um crime intelectual. Aquele que citar, indicando os possíveis problemas, estará correto.

Ah sim, como professor, não é uma ótima chance de mostrar ao aluno que insiste em escrever que “provou uma hipótese” ou “provou que a hipótese é verdadeira” na prova o quanto ele está, indubitavelmente, errado? Ou você vai jogar o nome da sua mãe no fogo se esta correlação não for, realmente, a prova definitiva de suas crenças pró-armas (ou pró-gays)? Heim?

Por outro lado, goste-se ou não do porte de armas (como já falei, sou favorável, filosoficamente, porque defendo o direito de gays e não-gays de se defenderem, dentro do império da lei), ele é, sem dúvida, uma proxy dos direitos individuais em um país (talvez não seja a melhor, mas eu nunca disse que era, né?). Ora, o direito a uma felicidade segura não é privilégio de heterossexuais, negros ou torcedores do Londrina. Logo…

p.s. Sim, estou pensando muito sobre uma discussão louca que alguém tentou ter comigo há anos. A pessoa achava um absurdo eu defender os gays e, ao mesmo tempo, o livre mercado. Bem, pelo que vejo nos dados, a dita cuja está do lado desinformado da história. Não que os dados digam tudo, mas eles não dizem o que a pessoa dizia…

UPDATE: Veja só como é a correlação quando diferenciamos os países pela origem de seu código legal (em homenagem aos amantes da Suprema Corte dos EUA).

gays_gun2

Repare que não há muita diferença na correlação, mesmo que a amostra seja dividida pela variável dummy (ou, caso prefira, o fator) da origem do código legal do país.

Eu prefiro me defender com minhas armas, obrigado.

Anúncios

Uma resposta em “Felicidade Gay e porte de armas! Polêmica!

  1. Pingback: Breves Reflexões sobre o atentado em Orlando: instituições, liberdades, emporiofobia e violência | De Gustibus Non Est Disputandum

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s