Uncategorized

Ainda os preços monitorados e livres – Momento R e Gretl do Dia

Obsessão Inflacionária

monitorados_10

Ok, só para não dizerem que não falei mais do tema do post anterior, eis mais algumas informações aleatórias. Primeiro, ao olharmos para a correlação entre os preços livres e monitorados, sem dessazonalizá-los, encontramos, para 1999.01 – 2014.07 (usamos a função cor.test() do R):

Pearson’s product-moment correlation

data: monitorados and livres
t = 3.2168, df = 185, p-value = 0.00153
alternative hypothesis: true correlation is not equal to 0
95 percent confidence interval:
0.0896239 0.3617048
sample estimates:
cor
0.2301572

Após dessazonalizar os dados:

Pearson’s product-moment correlation

data: monit_dessaz and livres_dessaz
t = 3.9235, df = 185, p-value = 0.000123
alternative hypothesis: true correlation is not equal to 0
95 percent confidence interval:
0.1392003 0.4045612
sample estimates:
cor
0.2771575

Vale dizer, há alguma correlação. O padrão de correlação pode ser percebido na figura abaixo.

monitorados_6

 

 

Não é lá aquelas coisas, né? Lembrando que eu havia feito, no post anterior, a análise para a administração Rousseff, teríamos bem menos observações para analisar, não é?

Mais material para pensar

Bom, não vou alimentar esperanças de ninguém, mas eis mais dois conjuntos de gráficos que podem ser interessantes para perceber que esta correlação pode não significar muita coisa. Em cada um deles você tem a correlação do valor contemporâneo de uma das variáveis relacionada com o contemporâneo da outra e de onze de suas defasagens. Repare que não tenho, infelizmente, a significância destas correlações (mas não é difícil calcular).
monitorados_7 monitorados_8

 

Pois é, meus sobreviventes leitores, só para não dizer que não falei das correlações cruzadas (que alguns gostam de usar neste tipo de questão), eis o gráfico, novamente indicando que não parece haver dependência temporal entre elas.

monitorados_9A história termina aqui? Bem, agora é com você, leitor.

 

Anúncios
Uncategorized

Preços livres e preços monitorados: existe causalidade? Não! (ou melhor: preliminarmente: não!)

De onde veio a pergunta?

Ok, alguém lá no Nepom – numa reunião passada – comentou sobre a possibilidade. Fiz eu mesmo o download dos dados. Chequei a estacionaridade das séries com um teste ADF e resolvi verificar o período da administração Rousseff.

A hipótese que nos foi proposta: o governo manipula os preços monitorados para tentar segurar a inflação tomando como referência os preços livres? Isto é: se os preços livres sobem, o governo segura os monitorados. Caso os livres caiam, ele permite o reajuste dos monitorados. Se isso é verdade, com alguma defasagem de tempo, devemos verificar que se os preços livres variam, os monitorados variam de forma inversa.

Rápida investida!

Eventualmente, devemos nos preocupar com fatores sazonais e isso está incluído na análise que se segue. Aliás, eu havia feito os cálculos em R, mas resolvi mostrar os resultados em Gretl também pela preguiça em fazer algo mais detalhado no momento (o Gretl, neste caso, é mais rapidamente flexível para que eu possa testar o VAR com dummies sazonais).

A seleção do número de defasagens seguiu um dos critérios (se não me engano, usei o BIC). O resultado obtido está resumido no sistema estimado abaixo.

monitorados1 monitorados2

Como se vê, a dinâmica de monitorados não depende da dos livres e vice-versa. Então, preliminarmente, não há resultados muito interessantes aqui.

Observações Adicionais

Claro que se eu fosse um aluno de graduação pensando em fazer monografia sobre o tema, teria feito exatamente isto antes de começar a pesquisar. É desanimador, de certa forma, mas há muitos pontos para se discutir aqui. Primeiro: o período amostral é o melhor? Há quebras estruturais? A dinâmica é a mesma desde, digamos, 1999? Segundo: a estrutura do VAR realmente corresponde ao problema que nos foi proposto? Ou o sistema omite alguma variável importante? Faltou controlar por alguma coisa? Terceiro: há outras formas de se testar esta causalidade? Estas outras formas são superiores ao método utilizado? Quarto: você tabulou dados com erros (não neste caso)?

Não se engane. Isto não é o final da sua monografia. Isto é coisa de preguiçoso. Em seu curso de Economia, na graduação, você tem que ter aprendido a estimar e interpretar os resultados de um VAR. Não tem jeito. Todo livro-texto básico tem o teste de causalidade de Granger usado aqui. Além disso, existem pencas de pacotes gratuitos de econometria. Assim, como dizem os meus alunos que adoram uma internet: você pode aprender tudo pela internet. Pode? Então porque você não está fazendo este teste agora? Vai deixar os chineses ganharem mais esta batalha? Vai pedir arrego para o governo?

Bem, é isso. Lancei a semente. Vejamos se alguém entra para discutir isto.

Bom dia.

p.s. o gráfico das séries? Ei-lo.

monitorados_5