Uncategorized

A diferença entre a Alemanha e o Brasil

Veja, no final da entrevista. Mas a entrevista toda é assustadora pela postura do TSE, tal qual relatada pelo professor-especialista. Mas mais interessante ainda é curioso pensar nos cientistas políticos que não se pronunciam sobre assuntos como este, diretamente ligados à sua área de estudos, embora adorem falar de relações entre Israel, EUA, espionagem ou supostas ameaças “neoliberais” geradas em “conspirações” de banqueiros ou “elites brancas”.

No mínimo, fiquei curioso: por que o simples questionamento de um algoritmo é uma ameaça à democracia?