Uncategorized

Love Machine: a música da economia que não decolou nos anos 2000

A mulherada mandava no pedaço…e no otimismo.

Em 09 de Setembro de 1999, o grupo musical pop, Morning Musume, lançou um de seus maiores sucessos: Love Machine (eu não esperava por um verbete em inglês na Wikipedia, mas…). Como era o Japão da época? Bem, a economia tinha acabado de sair da bolha econômica (バブル景気 baburu keiki) e parecia ter um futuro promissor. O otimismo? Veja este trecho da música:

No matter how bad the recession is, love is inflation
It’s indecent be treated this well
My future is bright, I hope to find a job

The world envies
Japan’s future
Let’s fall in love
Dance! Dancin’ all of the night

Ah sim, sempre tem aquele que vai querer encontrar o trecho na música. Da mesma fonte:

Donna ni fukeiki datte koi wa infureeshon
Konna ni yasashiku sarecha midara
Akarui mirai ni shuushoku kibou da wa

Nippon no mirai wa (wow wow wow wow)
Sekai ga urayamu (yeah yeah yeah yeah)
Koi wo shiyou ja nai ka (wow wow wow wow)
Dance! Dancin’ all of the night

Pois é. Cita-se explicitamente a recessão, a inflação e, claro, o mundo que “invejaria o futuro do Japão”. Bem, como sabemos, os fios da história são tecidos de modo algo desconhecido por nós, mortais. Então…

Growth slowed markedly in the 1990s during what the Japanese call the Lost Decade, largely because of the after-effects of the Japanese asset price bubble and domestic policies intended to wring speculative excesses from the stock and real estate markets. Government efforts to revive economic growth met with little success and were further hampered by the global slowdown in 2000.[2] The economy showed strong signs of recovery after 2005; GDP growth for that year was 2.8 percent, surpassing the growth rates of the US and European Union during the same period.

Pois é. Todo mundo danced all of the night… A música está aí embaixo (versão resumida do clip aqui).

Gosto desta música porque, bem, sucessos pop são terrivelmente hipnóticos. Mas, além disso, no caso deste hit, há o aspecto econômico, literalmente cantado em prosa e verso. Como não sou um conhecedor da música brasileira, não sei se existem músicas assim, tão explicitamente contextualizadas. Imagino que existam e agradeço qualquer dica que me enviem em comentário.

Uma dica boa para trabalhos com alunos de graduação (está em dois livros de teaching for undergraduates de Economia que tenho aqui) é usar músicas. Bom, a turma tem que ter interesse em aprender, senão vira bagunça. Bem, neste caso só nos resta…wow wow wow wow wow wow…

Ah sim, a economia japonesa…ei-la, resumida (dados atualizados) com minha tradicional utilização do R (no caso, RStudio, bons pacotes e um pouco de bom gosto para cores…ou não?).

new_Abenomics_GDP_dessaz
Abe, meu filho, leva esta economia para um futuro brilhante! Mais integração econômica, mais mercados flexíveis…vamos lá! Tá tudo lá, nos manuais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s