Uncategorized

Modelagem Baseada no Agente

Dando um pouco de continuidade ao texto anterior, sim, eu aprecio textos como este. Ué, pessoal? Sou economista! Sim, destes mainstream (ou, talvez, no bom conceito criado por Peter Boettke, mainline), que gosta de álgebra, estatística, modelos de consumo com renda permanente, etc.

Mas ser economista não é ser poste. Não suporto discurso bocó, é verdade, mas tenho idade suficiente para buscar minhas alternativas de leitura e linhas de pesquisa por aí. O problema é que o tempo é escasso. Enfim…

Ah sim, lá no Nepom, hoje, tem um texto para você, aluno de primeiro ano, que ainda acha que sabe o que é melhor para os outros.

Uncategorized

Não confunda urubu com meu louro ou “Econometria não é Estatística e vice-versa, embora…”

Excelente texto do Rob Hyndman sobre as diferenças entre as duas espécies de aves mais exóticas que conheço: os estatísticos e os econometristas.

O mais importante, talvez, seja o otimismo do final do texto. Bom, será que estamos mesmo fechando o hiato entre ambas as abordagens? Meu testemunho pessoal fica no meio do caminho, digamos assim. Desde que comecei a usar o R, tive contato com muito mais ferramentas – e, por conseguinte, com os vocábulos pertinentes – de ambas as áreas. Tem momentos em que a gente fica preocupado se está burro, enlouquecido, bêbado ou, digamos, sob efeito dos três.

Mas é muito importante não se deixar abater. Afinal, alguém precisa fazer pesquisa, né? Como aquele aluno interessado em Economia que leu sobre algum método estatístico novo e que tem potencial vai fazer se não encontrar um professor por perto? Bom, para a sorte deste aluno, existe sempre alguém por perto (e não sou eu, he he he).