Uncategorized

História Econômica – A Nova Geração

Eu sempre falo aqui, né? Sempre falo que há gente nova fazendo História Econômica com qualidade de Primeiro Mundo! Vocês duvidam? Então confiram este pessoal aqui.

Anúncios
Uncategorized

Abenomics…

Como falei mais cedo, a dança dos indicadores não nos permite apontar para um pessimismo. Eu diria que, com este último, podemos apostar em um otimismo moderado. O que a administração Abe precisa fazer é trazer a Coréia do Sul de volta para a grande aliança do Pacífico que tem se protegido das ditaduras chinesa e norte-coreana em termos políticos.

Agora, voltemos aos afazeres usuais…

Uncategorized

Recado aos papais e mamães: ganhem algo mais valioso do que uma Copa educando seus moleques

Lição de ouro desta Copa para os pais: ensinem os seus filhos a aprenderem a conviver com a derrota. Cansei de ver monstrinhos mal-educados, arrogantes e estúpidos, que foram mimados pelos pais e acham que nunca podem ser derrotados ou pensam que a culpa é de todos, menos deles.

É um momento importante, mas não apenas em nossa História. É uma oportunidade de você, pai e você, mãe, que errou muito até agora, mimou o seu único filho e criou a ilusão de que ele é mais poderoso que Zeus ou Odin. Corrija seu erro. Mostre-lhe que derrotas acontecem. Mostre-lhe que é absurdo ser um país que acha que tudo se resolve no tapetão.

Aproveite, papai. Aproveite, mamãe. Faça um bem para o seu filho e, de quebra, ajude o país a construir um capital humano melhor. A educação do seu moleque é de sua responsabilidade, não minha ou de meus colegas professores do ensino básico, médio ou superior. A gente só pode ensinar algumas coisas, mas não a importância de se cumprimentar as pessoas ou de se dar descarga na privada após o uso.

Sim, isto vale para qualquer pai e qualquer mãe. Tatuado(a), homo, hetero, com dois filhos, com um filho, de todas as cores, faixas de renda e regiões do Brasil.

Ganhe ao menos esta Copa.

Uncategorized

Cinco coisas que já encheram o saco no marketing nas redes sociais

1. Os textos chamados “Sete coisas que você….”.

2. Os textos chamados “Cinco coisas que você…”.

Para começar, quem disse que sou analfabeto funcional e só preciso saber cinco ou sete coisas? Ok, serve para chamar a atenção, mas o uso correto é apenas para tal, não para dizer que eu só preciso saber uma quantidade ímpar (sic) de informações pois sou “analfa” funcional e esta é a era da informação acelerada. Deixa de ser preguiçoso e vá redigir um texto decente.

3. Os vídeos que dizem algo como: “XXX fez 1111, você não vai acreditar no que ele fez”.

Honestamente? Eu acredito em tudo. Como diria o vovô: já vi de tudo nesta vida.

As outras duas coisas estão no título só para você ver a porcaria que são estes títulos. Cansei.