Uncategorized

Academia careta

Eu já vi ótimos artigos receberem comentários do tipo: “mude o título, isto aqui é sério”. Há comentários e comentários, mas este me parece perder o fio da meada. Afinal, um dos objetivos do autor de um artigo é ser lido. Veja, por exemplo, este artigo do Sala-i-Martin. Belo título, não?

Ainda que ele siga a divisão tradicional de tópicos, o que faz um certo sentido porque ciência é feita do mesmo jeito, independentemente do título das seções de um artigo, também é verdade que seções e sub-seções poderiam ganhar títulos mais atrativos.

Eu me lembro, até hoje, de um artigo do Eric Rasmussen (sim, o cara de Teoria dos Jogos) em que ele dava ótimas dicas sobre como formatar tabelas, texto, etc. Claro, há o imperdível livro (livreto) da McCloskey sobre como escrever bem um texto acadêmico, que segue sendo ignorado por muita gente que briga porque o título está “muito floreado” ou porque “a tabela tem um número sublinhado e isto está fora da norma”.

Note bem, não é que não devam haver normas e não é que não existam picaretas que querem desenhar uma ovelha na tabela porque não há conteúdo útil para a mesma. Trata-se de uma questão mais simples, de tornar a leitura do texto mais agradável a atraente ao leitor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s