Uncategorized

Garoto que quebra a janela de quem quebra a janela tem 100 anos de perdão

Seguindo os entusiastas inimigos da liberdade: escraviza-se (quebrou a primeira janela). Aí, em seguida, faz-se uma guerra (quebrou a segunda janela). Resultado?

O Exército carecia de voluntários para lutar na guerra [do Paraguai] e permitia a compra de substitutos, uma prática que ocorria em todo o mundo no século XIX; nada menos do que 7979 escravos receberam a liberdade para esse propósito. [John Schulz, A Crise Financeira da Abolição, 2a ed, p.93]

Taí o novo teorema da janela quebrada (Teorema da Janela Quebrada de Segunda Ordem): Escravize e depois liberte! Só falta a galera dizer que Solano Lopez foi, realmente, um bom ditador (sic) pois, graças a ele, libertamos escravos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s