Uncategorized

Abenomics ou não?

Domingo de manhã é um bom dia para falar de dois assuntos interessantes: língua japonesa e economia. Bom, pelo menos eu achei que era. De qualquer forma, vamos ao nosso pequeno texto (com desenho…digo, mapa!).

abenomicsornotDia 28 último saiu o relatório sobre a situação econômica regional do Japão. Não houve muitos comentários porque pouca gente fora do Japão se interessa pela questão regional…do Japão. Rapidamente, vamos para nossa prática de língua japonesa com meus comentários para ajudá-lo.

Na legenda do mapa, temos o que está acontecendo na economia japonesa conforme as regiões. Na ordem:

・着実に回復している - 沖縄
Chakujitsu ni kaifuku shite iru – Okinawa

Em outras palavras, a região de Okinawa vem se recuperando gradualmente, progressivamente (chakujitsu ni = progressivamente, kaifuku suru = recuperar. No caso, está em forma de gerúndio “-shiteiru”).

・回復している - 東北、東海
Kaifuku shite iru – Tōhoku, Tōkai

Para região de Touhoku (que sofreu com o tsunami de 2011) e Toukai (que não sofreu com o tsunami e, no mapa, é a área rosa menor, mais no centro do arquipélago), temos recuperação (kaifuku).

・緩やかに回復している - 北陸
Yuruyaka ni kaifuku shite iru – Hokuriku

Recuperação mais lenta (yuruyaka ni) na região de Hokuriku.

・緩やかに回復しつつある - 北関東、南関東、中国、四国、九州
Yuruyaka ni kaifuku shitsutsu aru – Kitakantō, Minamikantō, Chūgoku, Shikoku, Kyūshū

Para toda estas regiões mais centrais, recuperação lenta.

・持ち直している - 北海道、近畿
Mochinaoshite iru – Hokkaidō, Kinki

As regiões do extremo norte, Hokkaidou (a grande ilha lá no norte) e Kinki (já no centro sul do arquipélago) estão melhorando (no sentido de “improve”, “pick up”). Repare que, curiosamente, a legenda é um amarelo que, no mapa, está mais para um bege ou algo menos intenso.

Pois é. Você achava que o Japão era apenas um pedaço (ou vários pedaços) de terra com um monte de japoneses lá, não é? Bem, ainda é isso, mas a diversidade regional é notável. Você tem um norte e um sul bem menos desenvolvidos do que a parte central. Também há uma diversidade linguística que poucos parecem conhecer ou apreciar (hoje em dia, por conta da imensa comunidade de descendentes da região de Okinawa no Brasil, já se conhece um pouco sobre a questão da língua falada por lá antes da anexação lá em algum momento passado da história japonesa). Mas há muito mais do que isto e pesquisar sobre o tema é relativamente fácil.

Mas voltando ao tema da economia, muita calma antes de dizer que a economia está se recuperando por causa da política econômica do Primeiro-Ministro Abe. Como citei aqui outro dia, há um interessante artigo (Hayashi, T. “Is it Abenomics or Post-Disaster Recovery? A Counterfactual Analysis”, International Advances in Economics Research, 2014, v.20, p.23-31) que discute exatamente este problema de discernir, estatisticamente, uma coisa da outra.

Para onde vai a economia japonesa? Bom, por enquanto, tudo o que eu posso dizer é que a expectativa do aumento no imposto sobre consumo (citada no relatório, segundo meu pouco conhecimento da língua japonesa) é uma preocupação. Como já comentei antes por aqui (use a caixa de pesquisa lá no alto e busque “Abenomics”, caso queira ver o que eu disse), o problema está não apenas na questão intertemporal do impacto do aumento do imposto, mas também no problema dos salários nominais cujo aumento, caso haja, certamente (“certamente” é um tanto quanto forte, mas vamos lá…) não será generalizado para todos os setores da economia japonesa.

Um ex-aluno meu, o Igor, perguntou-me na terça-feira, sobre o porquê desta minha insistência (tara, fascinação, obsessão, etc) pela Abenomics. Olha, a resposta mais simples é que o Japão. Como não se sentir atraído por uma economia tão interessante? Ou pode ter a ver com alguma busca de raízes (freudianos, trabalhem!). Ou, simplesmente, porque eu escolhi o tema para praticar um pouco e aprender a usar alguns comandos do R. Talvez tenha sido o tema em uma das aulas de língua japonesa e e eu resolvi praticar. Realmente não sei como comecei com isto. Mas uma coisa eu sei: não vou parar tão cedo.

Anúncios

Um comentário em “Abenomics ou não?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s